sábado, 3 de junho de 2017

PARQUE DO POVO LOTADO NA PRIMEIRA NOITE DO MAIOR SÃO JOÃO MUNDO 2017

A primeira noite do Maior São João Mundo 2017 em Campina Grande “matou a curiosidade” da maioria dos campinenses e certamente deixou uma ótima impressão.

O Parque do Povo ficou lotado, como era de se esperar.

Este é o primeiro ano em que uma empresa privada assume a responsabilidade de continuar mostrando que Campina Grande faz um dos três maiores eventos popular do Brasil.
É uma responsabilidade e tanto.

As inovações e a grade de atrações causam e causaram expectativa.
A ausência de boa parte das estrelas da música nordestina e a presença do “mundo sertanejo” criaram debates constantes.
No entanto a fortaleza e a magnitude da festa devem superar estas preferências ou gostos regionais.
É um mundo estranho para o forrozeiro campinense, mas a festa não é só para o povo de Campina.
O prefeito Romero Rodrigues deixou claro que o modelo antigo do Maior São João do Mundo era oneroso e estava transformando o grande evento num robusto monstro faminto que pouco produzia em receitas.

Começamos uma maratona vitoriosa, na qual a cidade é a grande beneficiada com um produto de turismo de evento de alta qualidade e a baixo custo para os cofres municipais”.
Tudo mudou no Maior São João do Mundo ou quase tudo mudou.
Na abertura teve fogos.
Biliu e Os Três do Nordeste cantaram “Olha pro céu meu amor” durante a queima de fogos, mas coube a dupla César Menotti e Fabiano mostrar que o São João de Campina tem que espaço para um Brasil bem democrático “musicalmente”.
Fotos: Top Mídia Comunicação

5 comentários:

  1. Estao privatizando nosso São João, quase metade da área superior destinada pra um camarote? Que absurdo! Devolvam nossa festa, estão afastando os pobres.

    ResponderExcluir
  2. Robson Diniz, acabaram com o São João quando criaram esse parque do 'povo' e centralizaram a festa, acabando com as festas dos bairros que de forma popular eram organizadas pelos moradores, quando se juntavam e organizavam as quadrilhas juninas de rua. Quanto a privatização ela será concretizada em 2019,ano sem eleições e o prefeito e cia crendo que assumirão o governo do estado, aí caberá ao vice atual fazer o papel de vilão.

    ResponderExcluir