segunda-feira, 10 de julho de 2017

ACUSADO DE LATROCÍNIO SE ENTREGA A POLÍCIA; CRIME ACONTECEU QUANDO ELE BEBIA COM A VÍTIMA

Um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) teve um desfecho não muito comum.
É que o acusado ligou para a polícia militar, assumiu o assassinato e se entregou.

("China": réu confesso)
O registro desse contato com o Centro Integrado de Operações da Polícia Militar ocorreu às 15h52 do sábado (08/07) e foi feito por Geovani Marinho de Sousa, de 25 anos, o “china”, morador da Rua Ana Brito de Figueiredo, na Ramadinha, em Campina Grande, que confessou o latrocínio.
O crime foi registrado sexta-feira (07) em Boqueirão, no Cariri.
Neste dia, por volta das 09h40, em uma casa na Rua Félix Araújo, no Centro, foi encontrado morto em cima de uma cama Pedro Severino da Silva, de 49 anos de idade.
Foi constatado que havia ferimento de objeto perfuro cortante na cabeça da vítima.
Inicialmente Geovani foi levado para o plantão na DISP -, em Campina, porém em seguida a guarnição levou para 11ªDSPC, em  Queimadas.
Danilo Orengo, delegado seccional, informou nesta segunda (10) ao www.renatodiniz.com que “Pedro Severino estava bebendo em casa, ‘china’, e tinha recebido em torno de ‘2.000,00 reais’. Então quando ‘china’ percebeu que Pedro estava com dinheiro. Houve em seguida uma discussão entre os dois e logo em seguida foi morto com várias facadas no rosto, cabeça e pescoço”.
O delegado destaca que “o ‘china’ confessou mesmo o crime e disse que tinha entrado em luta corporal”.
Danilo acrescenta que desde o momento em que a PC e a PM tomaram conhecimento do crime, ocorreram diligências continuadas nos sítio “Vereda Grande”, em Barra de Santana com objetivo de prendê-lo em flagrante.
O policial disse ainda que informações dão conta de que “china” roubou aproximadamente “1.800,00 reais”.  

2 comentários:

  1. Por qual motivo alguém se entregaria dessa forma? Tem coisa escondida nessa história!

    ResponderExcluir
  2. É como eu disse: não é muito comum e em se tratando de latrocínio mais ainda.

    ResponderExcluir