quarta-feira, 11 de outubro de 2017

MORTE DE ADOLESCENTE NA PALMEIRA FOI ACIDENTAL, DIZ PC

A morte de Rafael Conceição Medeiros, de 17 anos, ocorrida na manhã de segunda-feira (09/10) dentro de uma casa na Rua Sinhazinha de Oliveira, na Palmeira, em Campina Grande, está esclarecida.
Foi um acidente.
Um adolescente de 15 anos disparou acidentalmente e matou o amigo com um tiro na cabeça
A conclusão é da delegada Ellen Maria e equipe que investigaram o caso.
A delegada fez os seguintes esclarecimentos em entrevista a Patrulha da Cidade/TV Borborema:
* “A arma era de Rafael. Ele mostrou o revólver ao amigo. As balas foram retiradas do tambor, mas o garoto não percebeu que uma ficou alojada. Este amigo ao manusear a arma, ela disparou”.
* “Ao perceber a situação, as pessoas que estavam na casa entraram em desespero. Todas começaram a ligar simultaneamente para o SAMU. Quando conseguiram falar, Rafael já havia sido socorrido em um táxi”.
* “Ação de socorrer a vítima em um táxi partiu de dois adolescentes amigos de Rafael que estavam na rua e perceberam o desespero de um grupo de adolescentes na frente da casa”.
* “Testemunhas informaram que o garoto que efetuou o disparo não parava de falar em suicídio”.
* “A vítima não morava na casa onde tudo aconteceu. Lá também não mora o adolescente que atirou. Na residência moram outros amigos. Todos estavam lá jogando videogame”.
Na tarde desta terça-feira (10) o menor, acompanhado da mãe, compareceu a DH e prestou depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário