quinta-feira, 26 de outubro de 2017

TATUAGEM AJUDA PC A DESVENDAR HOMICÍDIO DE JOVEM; ACUSADO FOI PRESO POR ENVOLVIMENTO COM QUADRILHA. ENTENDA

Policiais civis da 12ªDSPC/Soledade cumpriram um Mandado de Prisão Preventiva contra um homem acusado de envolvimento com o tráfico e um homicídio.

Ele é suspeito de um assassinato no dia 21 de julho/2017 onde Artúlio Eduardo dos Santos, de 18 anos, foi amordaçado, amarrado, espancado e morto com tiros no coração e na cabeça.
Marcelino Coutinho, que estava em João Pessoa, no Bairro Valentina Figueiredo, foi preso em consequência da Operação “Nêmesis” que desarticulou um grupo criminoso que agia em Soledade e Juazeirinho.
O delegado Lamartine Larcerda e equipe estão a frente das investigações das ações delituosas do bando.
A ligação Marcelino com a morte de Artúlio é que o executor tinha uma tatuagem na mão.
Marcelino tem uma tatuagem igual.
A execução foi filmada e o vídeo chegou às mãos da polícia que teve o cuidado de analisar os mínimos detalhes.
Em um momento percebe-se nitidamente que o matador de Artúlio  tem uma tatuagem de uma flor na mão.
A  MORTE DE ARTÚLIO
O corpo de Artúlio Eduardo dos Santos foi encontrado por volta das 18h00 da terça-feira, 25 de julho, em uma estrada do sítio “Malhada Vermelha”, bem próximo da BR230, em Soledade,
Ele estava desaparecido desde sexta-feira (21/07) quando saiu de casa para assistir aula.
O corpo estava ao lado de um poste e apresentava três perfurações na cabeça, além de um quarto disparo no coração.
O rapaz estava amordaçado.
Informações obtidas pela imprensa dão conta de que ele vinha recebendo ameaças.

2 comentários:

  1. Rapaz tão novo cruelmente assassinado misericórdia que mundo vivemos parrese que a vida não tem mais valor.



    ResponderExcluir
  2. Pena que as leis fracas desse estado fraco e deplorável, dessa bosta de país, vão imputar pena irrisória ao assassino. Assassino merecia morrer frito eletrocutado, até a pela estourar de queimaduras.

    ResponderExcluir