quinta-feira, 31 de maio de 2018

ESTUPRADA PELO PADRASTO: VÍTIMA TEM 14 ANOS; ACUSADO FOI PRESO EM FLAGRANTE


*Adolescente já havia sido estuprada por outro padrasto aos cinco anos de idade
*Vítima tem um sonho: ser juíza de direito 
Um homem de 41 anos de idade foi preso pela polícia civil em Soledade acusado de estuprar a enteada de 14 anos.

A menina que, de acordo com a PC, não mora com a mãe biológica há dez anos, já tinha sido estuprada por outro padrasto quando tinha cinco anos.
A prisão aconteceu em situação de flagrante e foi realizada pelo delegado Durval Barros e equipe.
Nós fomos procurados pelo Conselho Tutelar, pois na noite terça-feira (29/05) um homem havia estuprado a enteada de apenas 14 anos de idade. A vizinhança tomou conhecimento e gravou um áudio e vídeo onde se escuta nitidamente gritos e choro de uma criança. As pessoas conseguiram até quebrar a porta da casa para entrar. A responsável pela menina estava completamente embriagada e o individuo tinha feito o ato sexual com a garota”, disse Durval durante entrevista a Patrulha da Cidade/TV Borborema.
 Ele prosseguiu dizendo que “o que chamou a atenção da nossa equipe de investigadores é que essa menina tinha sido estuprada aos cinco anos de idade por outro homem (outro padrasto) quando ela morava com a mãe biológica. O caso chegou ao conhecimento da justiça e mãe perdeu a guarda. Daí a mãe sumiu e acreditasse que o acusado ‘tirou uma boa cadeia’, porém a menina ficou sem ninguém e foi adotada por outra ‘família’ e agora, nove anos depois, aconteceu isso”.
O acusado, segundo o delegado Durval Barros, disse confirmou o estupro e disse que tinha ingerido bebida alcoólica.
A menina contou em depoimento que esta foi a primeira vez que o padrasto a molestou.
O policial acrescentou que a menina sempre comentou com as amigas da escola que o sonho dela é ser juíza de direito.
Quanto ao acusado, cuja preventiva foi decretada nesta quinta-feira (31), já se encontra numa das casas penais em Campina Grande por uma questão se segurança já que na Cadeia de Soledade ele sofreu agressões dos outros presos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário