Menu

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

MORTE DE MULHER QUE DEIXOU NOVE FILHOS ÓRFÃOS EM QUEIMADAS: SAIBA O QUE ACONTECEU NA NOITE DO CRIME; PREFEITURA SE MOBILIZA EM AÇÃO DE SOLIDARIEDADE

O mais recente crime que chocou Queimadas e deixou sequelas para os nove filhos de Sandra Serafim, fez surgir uma forte corrente de solidariedade.
Sandra foi assassinada na noite da terça-feira (03/11) pelo companheiro Josimar Pereira da Silva.
Ele está foragido.
A partir do momento em que as pessoas tomaram conhecimento do caso e souberam que nove crianças ficaram órfãs, teve início o mutirão de solidário.
A prefeitura, o conselho tutelar, policiais civis, militares, jornalistas, moradores da cidade e de outros municípios se irmanaram para amenizar a tragédia.
Desde ontem (quarta-feira) que a secretaria de Ação Social de Queimadas recebe donativos para as crianças e tem tomado outras providências.
O prefeito Jacó Maciel esteve no Bairro Cássio Cunha Lima, na casa onde as crianças estão e de imediato autorizou o aluguel de outra residência.
Muitos donativos já foram entregues.
Todas estão sendo assistidas e não vão ser separadas.
“Neste primeiro momento temos que ver as necessidades mais urgentes. O acompanhamento psicológico dessas crianças está garantido”, disse a secretária de Ação Social, Terezinha Dantas.
TELEFONE DE CONTATO PARA AJUDA: 3392 2494 (Das 07h00 às 17h00)
O CRIME

Sandra Serafim de Oliveira, 39 anos, foi morta pelo marido com sete golpes de faca.
Os golpes atingiram o peito, axila, braço e pescoço.
Ela morreu no local.
Josimar Pereira da Silva, de 36, está foragido.
O crime aconteceu no Bairro Cássio Cunha Lima.
Ele também feriu uma das filhas de Sandra com um golpe no peito, um na boca e outro na cabeça.
A adolescente encontra-se internada no Hospital de Trauma e tem 17 anos.
O acusado já responde a processo na Comarca de Queimadas por injúria, violência doméstica e ameaça contra a mulher que ele acabou assassinando.
Sandra deixa nove filhos menores e uma neta.
Josimar é pai de apenas um deles.
O QUE ACONTECEU NA NOITE DO CRIME
O delegado Ramirez São Pedro ouviu a adolescente ferida.
“Ela contou que na noite do crime, Josimar ficou com ciúme de um rapaz que passou na rua e deu um soco na Sandra . Ela caiu no meio da sala. A menor para defender a mãe deu uma garrafada na cabeça do Josimar. Nisso, ele se armou com uma faca e passou a esfaquear a adolescente que tinha lhe agredido. A menina ainda correu. Sandra foi tentar defender a filha e acabou golpeada sete vezes. A menina conseguiu fugir pulando uma janela e o as crianças fugiram pela porta e foram para o meio da rua”, disse Ramirez ao renatodiniz.com .




5 comentários:

  1. Fisionomia sofrida, e maltratada. Vítima da fome, agressões morais e físicas. Por fim o miserável, achando insuficiente todos os anos de torturas, e sofrimento, lhe tira a única coisa que ainda lhe resta; a vida. Pena de morte seria pouco, pra um facínora desse!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o infeliz que a matou estivesse preso,isso não teria acontecido...

      Excluir
  2. Fisionomia sofrida, e maltratada. Vítima da fome, agressões morais e físicas. Por fim o miserável, achando insuficiente todos os anos de torturas, e sofrimento, lhe tira a única coisa que ainda lhe resta; a vida. Pena de morte seria pouco, pra um facínora desse!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como já foi preso e solto... Tenho certeza q irão fazer a mesma coisa.
      Salta dnovo,depois ele mata outro e vai matando.....
      Revoltanteeee

      Excluir
  3. A justiça é culpada, por deixar esse bandido fora das grades

    ResponderExcluir