quarta-feira, 21 de junho de 2017

EX-PREFEITO SE APRESENTA E DIZ QUE MATOU PROFESSOR EM LEGÍTIMA DEFESA

O ex-prefeito de Umbuzeiro, no Agreste paraibano, Thiago Pessoa Camelo se apresentou, acompanhado de advogado, na 11ª Delegacia Seccional de Queimadas nesta terça-feira (21/06).
Ele afirmou, segundo a PC, que foi autor do disparo que matou o professor de educação física e candidato a vereador Guilherme Barbosa da Silva, de 50 anos.
(Thiago Pessoa)
O crime ocorreu domingo (18), em Umbuzeiro.
O ex-prefeito foi ouvido pelo delegado Danilo Orengo, seccional da 11ªDSPC.
Thiago Pessoa alegou que houve uma discussão com o professor e que, por consequência, ocorreu uma luta corporal.
Após isso algumas pessoas separam os dois e cada foi para seus carros.
Alegou ainda que quando estava indo embora, a vítima o surpreendeu e tentou retirá-lo do carro.
Assustado, o ex-prefeito afirmou sacou da arma e atirou.
(Professor Guilherme)
O delegado Danilo Orengo vai ouvir outras pessoas para fundamentar ainda mais os procedimentos e remeter o inquérito à justiça que vai determinar se o ex-prefeito deve ser preso ou responderá em liberdade, porém a autoria e a materialidade do crime estão definidas e determinadas.
Guilherme foi assassinado com um disparo de revólver na axila.
(www.renatodiniz.com)

3 comentários:

  1. Ora, quem viu sabe que o tiro foi na boca e saiu na axila, que não ouve luta corporal, que Guilherme não possuía nem portava arma de fogo, que o psicopata do Thiago Pessoa não admite que ninguém do "seu" lado passe pro outro, e que o crime foi cometido em Umburetama, estado de Pernambuco.

    ResponderExcluir
  2. Era sobre o dinheiro do povo umbuzeirense que Guilherme questionava.
    Veja:
    A 2ª Câmara Deliberativa do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, por unanimidade de seus membros, decidiram dá um prazo até o dia 30 de setembro de 2015 ao gestor de Umbuzeiro, Sr. Thiago Pessoa Camelo, para que adote as providência necessárias no sentido de solucionar as irregularidades contatadas pela Auditoria referentes à ausência de transparência da gestão, sob pena de aplicação de multa e outras culminações, observando que as providências tomadas serão avaliadas na próxima inspeção que deverá ser realizada no mês de outubro.

    PROCESSO TC N.º 06398/15
    RELATÓRIO
    CONS. SUBST. OSCAR MAMEDE SANTIAGO MELO (Relator): O Processo TC 06398/15 trata de Inspeção Especial de Transparência da gestão realizada na Prefeitura de Umbuzeiro para verificação do cumprimento da Lei nº 12527/11 e da Lei Complementar nº 131/09.

    ResponderExcluir