quarta-feira, 7 de junho de 2017

LAR DO GAROTO REGISTRA MAIS UMA FUGA; JUIZ AUTORIZA PENTE FINO PERMANENTE. DIVULGADA FOTOGRAFIAS DOS MORTOS E INVESTIGAÇÃO APONTA OUTROS ENVOLVIDOS NO MASSACRE


Na manhã desta quarta-feira (07/06) mais quatro infratores fugiram do Lar do Garoto em Lagoa Seca, porém os agentes socioeducativos recapturaram um deles logo em seguida.

Na madrugada do sábado (03), durante uma fuga, seis infratores já haviam fugido (um foi recapturado) e sete morreram.
Na fuga desta quarta os foragidos quebraram o cadeado de uma das celas e pularam um muro por trás do prédio usando uma corda feita com lençóis.
Fugiram: Daniel da Silva Oliveira, Davidson do Nascimento, Paulo Henrique Pereira Silva e José Lucas Adelino que foi recapturado.
Todos são maiores de 18 anos.
(Daniel, Davidson, Paulo e Lucas)
Os defensores públicos Giselda Moraes, Admilson Villarim e Paulo Sérgio Garcia estiveram no local para se certificar da situação e iniciar uma espécie de mutirão carcerário, mas por causa da fuga isso não foi possível.
Em contato com a imprensa eles foram unânimes: o local não oferece as mínimas condições para servir como modelo de ressocialização e faltam condições mínimas para abrigar os infratores.
PENTE FINO
Já a tarde a justiça determinou ao 2ºBPM que realize operações "pente fino" tanto no Lar do Garoto, quanto no Abrigo Provisório (que funciona no mesmo espaço).
A solicitação é para que durante as rondas internas e externas se tornem constantes.
A determinação foi do juiz Algacyr Rodrigues Negromonte, da Vara da Infância e Juventude de Campina Grande.
MORTOS NO MASSACRE

Foram divulgadas as fotografias de cinco dos sete adolescentes mortos na rebelião e fuga da madrugada do último sábado.
As fotos são de:
Gabriel Eduardo Gomes Cardoso,
Gabriel Moreira da Silva,
Leandro Ferreira Pinto,
Felipe de Lima Mendes e José Douglas da Silva.
Morreram ainda: João Vitor Pereira e Renan Oliveira Alves.
As investigações continuam.
O delegado Antônio Lopes, da Divisão de Homicídios em Campina Grande, informou que agora entra em cena a delegacia de Lagoa Seca, cidade onde o Lar do Garoto fica localizado.

O delegado reafirmou que Israel Felipe dos Santos, de 19 anos, o irmão dele Ismael Bruno dos Santos, de 18, e ainda Wellington Bezerra, também de 18 anos, são de fato os mentores de toda situação que culminou  com o massacre.
Os três já estão no Presidio de Segurança Máxima.
Israel, Ismael e Wellington, são da cidade de Esperança e já cumpriam medida socioeducativa por homicídios.
Um quarto envolvido em uma das mortes, Alemberg Silva Júnior, de 21 anos, fugiu durante o tumulto juntamente com mais seis infratores.
Ele é o único fugitivo maior de 18 anos.
NOVOS ENVOLVIDOS
Na manhã desta quarta, mesmo em meio a toda esta confusão, o vice-diretor da Unidade, Francisco Sousa, informou que mais seis envolvidos no massacre do sábado foram identificados durante investigação dos agentes socioeducativos.
O caso foi comunicado na Delegacia de Crimes Contra a Infância e Juventude.

5 comentários:

  1. BANDO DE LIXOS...QUE MORRAM MAIS...BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO!!!

    ResponderExcluir
  2. a justiça tem que esses pessoal é num campo de trabalho para produzir para eles comer e isso que precisa a ocupar a mente que anda vazia

    ResponderExcluir
  3. Bandido bom é bandido preso e trabalhando para o estado, para poderem pagar sua estadia no presídio. Quem acredita que bandido bom é bandido morto não acredita na polícia e nem na justiça do nosso país.

    ResponderExcluir
  4. concordo com você,tem que durante o dia e estudar a noite para manter a mente sempre oculpada. isso sim faz a pessoa aprender viver com a sociedade

    ResponderExcluir
  5. Verdade concordo com vcs,se eles aprontam e ficam la comendo de graça e dormindo sem fazer nada,UE pra que tá na rua se la eles tem comida,dormidas maia segurança do que nos que vive na rua precisando trabalhar pra sobreviver,a lei deveria ser mas rigorosa, pq lei só é rigorosa pra cidadão de bem pra gente ruim a lei ate ajuda

    ResponderExcluir