quinta-feira, 15 de junho de 2017

LOJA DO MAGAZINE LUIZA É ASSALTADA NOVAMENTE, MAS PC DESCOBRE ESQUEMA DE ROUBO; EX-FUNCIONÁRIO PASSAVA A “FITA”

(Atualizado)
A polícia civil desvendou os assaltos ocorridos nas lojas da rede Magazine Luiza em Campina Grande.
A informação é do delegado Cristiano Santana da DRF.

No final da manhã desta quarta-feira (14/06) uma das duas lojas na Rua João Pessoa, no Centro, foi alvo de uma dupla numa moto vermelha que roubou 28 celulares que estavam expostos.
Os bandidos entraram armados e usando capacetes.
E na noite desta quarta o delegado divulgou um texto no grupo do WhatsApp “PC EM AÇÃO E IMPRENSA” com o título: “ORDENS PARTEM DO PRESÍDIO PARA ROUBOS EM SÉRIE A UMA IMPORTANTE LOJA DE DEPARTAMENTOS”
No texto, o delegado afirma que a Delegacia de Roubos e Furtos, por meio de investigação desenvolvida há dois meses, descobriu que um ex-funcionário da rede Magazine Luiza repassava à quadrilha informações privilegiadas.
O policial afirmou ainda que um presidiário da Penitenciária Regional do Serrotão, primo do ex-funcionário, dava as ordens para a ação.
O ex-funcionário identificado como “Laelson”, de 25 anos, informava ao primo Alísson Silva, de 30, os melhores horários e outros detalhes que facilitavam as ações dos criminosos.
Com estas informações o presidiário, por telefone, arregimentava os assaltantes para executar o crime.
O prejuízo com os roubos ultrapassa facilmente os “200 mil reais”.
Já em contato com o www.renatodiniz.com, Cristiano Santana afirmou que o ex-funcionário confessou a participação.
Ele foi indiciado, mas não ficou preso.
Só este ano a rede em Campina Grande foi alvo cinco vezes.
Cristiano disse que mais novidades virão à tona e é possível que pelo "modus operandi", os roubos às lojas tenham sido praticados pelo mesmo grupo.
(Redação com DRE/Campina Grande)

2 comentários:

  1. tava na cara que tinha envolvimento de atuais funcionários ou ex funcionários como foi o caso.

    ResponderExcluir
  2. em muitos casos acontece isso as informações vem de dentro da empresa.assalto de banco,explosão de caixa,saidinha de banco,

    ResponderExcluir