quarta-feira, 14 de março de 2018

MULHER É PRESA ACUSADA DE TRAMAR A MORTE DO MARIDO EM CAMPINA; AMANTE TAMBÉM FOI PRESO

(Atualizado)
Policiais da Delegacia de Homicídios em Campina Grande prenderam um homem e uma mulher acusados de forjar um assalto e matar um vendedor nas Malvinas, no dia 30 de dezembro do ano passado.

Segundo investigações da DH, Francimary Andrade, de 31 anos, teria tramado a morte do marido, o vendedor Geraldo Ângelo dos Santos Júnior, de 35 anos de idade.
Bruno Emiliano, de 31 anos, amante de Francimary, também foi preso.
Durante entrevista coletiva na sede da 2ªSRPC na tarde desta quarta-feira (14/03) as delegadas Ellen Maria e Nercília Dantas contaram como foi a trama.
Francimary foi casada durante 17 anos com Geraldo com quem teve dois filhos (a menina tem 09 anos e um bebê de 09 meses).
No dia do crime a mulher se queixou de dor de dente e a noite pediu que o marido fosse comprar um medicamento.
Quando Geraldo saiu, num determinado ponto da Rua Cumarus, foi atacado pelo acusado que a PC identificou como sendo Bruno Emiliano, o amante de Francimary.
A vítima foi morta com golpes de faca.
(Acusado)
A PC descobriu que o homicídio foi motivado por ganância.
A mulher não queria perder os bens numa possível separação.
Ela convenceu Bruno a matar a Geraldo alegando que o marido já desconfiava da traição e teria prometido matar o amante.
O assassino deixou no local do crime o capacete e esse equipamento foi uma das pistas para a DH desvendar a trama macabra.
As delegadas descreveram Francimary como sendo uma “mulher fria”.
O CRIME
O vendedor (tecelão) foi assassinado na noite do sábado (30/12), na Rua dos Marmeleiros, nas Malvinas.
Informações confirmadas pela polícia são que teria sido alvo de uma tentativa de assalto e ele foi esfaqueado.
A vítima ainda foi socorrida para o Hospital de Trauma, mas acabou não resistindo ao ferimento no tórax.
O acusado estava numa moto.
O caso chegou ao conhecimento da PM às 21h00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário