quinta-feira, 28 de junho de 2018

DUPLO HOMICÍDIO: PC DESVENDA CRIME E TRÊS ACUSADOS SÃO PRESOS


Um duplo homicídio ocorrido no dia 07 de fevereiro deste ano foi desvendado pela PC e três acusados foram presos mediante determinação judicial.

Os presos são André Oliveira de Souza, o “kaka”, Bruno Ferreira Gomes, o “gaturão”, e Genilson Sousa Silva, o “papada”.
Os crimes ocorreram em Aroeiras, no Agreste.
Outro envolvido, Breno Soares, o “timão”, está foragido.
As vítimas foram Márcio Oliveira de Araújo, de 22 anos, que morava no Conjunto Alexandrino, e Cosmo de Moura Souza, de 21, que morava no sítio "Dois Caminhos".
As prisões foram realizadas pelo Núcleo de Homicídios de Queimadas.
De acordo com o delegado Cristiano Santana “consta na investigação que ‘papada’ e ‘gaturão’, cumprindo ordem dada por um líder criminoso recolhido no presídio do Serrotão de Campina Grande, contrataram ‘kaka’ e ‘timão’, para matar Márcio e Cosmo como vingança por eles terem participado do homicídio praticado contra a vítima Antônio de Nelson, em janeiro na cidade de Aroeiras”.
Antônio de Nelson era “muito querido” no ambiente prisional e por isso deveriam vingar sua morte.
Os mentores do duplo homicídio “papada” e “gaturão” planejaram a forma de execução e quem apontaria os alvos em Aroeiras.
Breno Soares foi quem apontou as vítimas para os executores.
O DUPLO HOMICÍDIO
Ao lado dos corpos foi encontrada uma moto, porém a placa constava como sendo de um veículo Tempra.
Uma das vítimas foi morta com seis tiros (no abdome, na cabeça e no braço esquerdo).
Na segunda vítima, cinco tiros: na coluna, no braço esquerdo e três na cabeça.
Os executores estavam numa moto de cor amarela.
Eles chegaram, abordaram Márcio e Cosmo para em seguida efetuar os disparos.
A dupla fugiu na moto que depois foi abandonada nas proximidades de um riacho.
No local os homicidas, com apoio de mais duas pessoas em motos, fugiram para Pernambuco.
EM RIACHO DE SANTO ANTÔNIO
PC e PM prenderam José Danilo e Jaílson da Conceição acusados de roubo qualificado.
Eles teriam realizado um arrastão contra pessoas que voltavam de uma festa.
Das vítimas foram roubados dinheiro e objetos.
As prisões foram determinadas pela justiça.
As polícias também apreenderam munições e uma espingarda.
(Redação com 11ªDSPC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário