quarta-feira, 15 de março de 2017

ACABOU PRESO: DISSE QUE FOI SEQUESTRADO, MAS NA VERDADE É ACUSADO DE ROUBAR CARRO DE TAXISTA

A Polícia civil em Campina Grande prendeu um jovem que se passou por vítima de sequestro.
Ele chegou à delegacia e inventou a conversa.
No entanto, os policiais civis descobriram que o “sequestrado”, na verdade, assaltou um taxista, o feriu e roubou o táxi na companhia de um comparsa.
A HISTÓRIA DELE
No domingo (12/03), por volta das 15h00, Carlos Gomes de Sousa chegou à DISP – Delegacia Integrada de Segurança Pública, querendo registrar uma ocorrência alegando que havia sido sequestrado por um homem que invadiu a casa dele e que este homem lhe roubou alguns pertences e o obrigou a chamar um táxi.
O destino, conta ele, seria a cidade de Pocinhos.
Tudo isso ele teria sido obrigado a fazer sob a mira de uma pistola.
A VERDADEIRA HISTÓRIA
A delegada Rúbia Christianni e os agentes desconfiaram da história e decidiram investigar.
Ela disse ao www.renatodiniz.com que inicialmente os PCs entraram em contato com a central de táxi e foi confirmado que na noite anterior (sábado, 11) um taxista foi solicitado e realizou uma corrida até Pocinhos, mas teve o veículo roubado.
Além de disso, foi vítima de um golpe de faca no pescoço.
Um dos agentes ligou então para o taxista e pediu que ele comparecesse a DISP.
Assim que chegou à delegacia o taxista reconheceu Carlos Gomes como sendo o autor do roubo do carro e da agressão.
Imediatamente ele recebeu “voz de prisão”.
De acordo com a delegada Rúbia, o acusado acabou confessando o crime e disse que só procurou a polícia como forma de se eximir da culpa, por isso inventou toda conversa.

4 comentários:

  1. LADRÃO SEM CARA OU CABEÇA... CADÊ A CARA DO BICHINHO?

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkk que cara burro,pensou q a policia iria simplesmente registar a queixa e deixar pra la?parabéns para a polícia

    ResponderExcluir
  3. esse é um ze de bota mesmo.com certeza ele não entrou na facudade da bandidagem

    ResponderExcluir