mj

mj

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

VEREADOR CRITICA SEGURANÇA EM CAMPINA E PEDE COMPROMISSO COM OS POLICIAIS

Foi em tom de desabafo que o vereador campinense Sargento Neto (PRTB) mostrou sua preocupação com a segurança pública em Campina Grande e no estado.

E o governo que outrora dizia que iria resolver o problema da segurança pública em seis meses? Que seis meses são esses? Já se passaram sete anos”.
O desabafo do vereador ocorreu durante sua participação no Jornal Integração da Rádio Campina Grande FM da terça-feira (16/01).
Ele teceu críticas ao que considera um quadro preocupador.
Neto não poupou à estrutura e condições de trabalhos dos policiais.
Eles saem de uma escala de 24 horas. Eles têm que trabalhar numa escala extra que quando você retira as três refeições sobram “3,00 reais” por hora trabalhada e como se não bastasse, o combustível das viaturas foi reduzido. Todo mundo perde com isso. Sofre a população, sofro eu, a família...”.
E acrescentou: “já não tem polícia. Se cortam o combustível, então as viaturas não podem ‘rodar’ 24 horas e isso favorece aos criminosos”.
Neto falou que “ele (o bandido) sabe que a polícia tem um contingente reduzido, sabe que tem viaturas escarças. Isso faz com que toda sociedade sofra”.
Neto observou ainda que “temos comerciantes que tentam sobreviver, mas vivem ‘atrás das grades’. Não podem mais ter o pequeno comércio para dar o sustento de suas famílias. É uma situação crítica”.
Ao www.renatodiniz.com Sargento Neto completou dizendo que “tudo que está ocorrendo é falta de investimento e falta de compromisso. resultado: estouro de banco, roubo de carro, crimes patrimoniais, emtre outros. Absurdo”.

3 comentários: