quarta-feira, 1 de novembro de 2017

OPERAÇÃO DA PC INDICIA MAIS DE PESSOAS ENVOLVIDAS COM O TRÁFICO EM CAMPINA

Após um ano de investigação a Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande indiciou cerca de 40 pessoas de uma organização criminosa envolvidas com o tráfico de drogas, homicídios e roubos não só na cidade, mas como também em outras localidades do estado.

Este é em parte o resultado da “Operação Dragão”, de acordo com o delegado Ramirez São Pedro.
Durante a operação foram presas 81 pessoas e foram evitados cerca de 40 assassinatos.
17 autores de homicídios foram identificados.
A polícia descobriu que a maconha fornecida nas bocas é de origem paraguaia.

Carros roubados, por exemplo, eram trocados por droga.
Cerca de 500t demaconha foram apreendidas pela DRE.
A delegacia identificou José Rafael Nunes, Andris Araújo e Railson da Silva como sendo os líderes.

A polícia ainda não sabe o valor em dinheiro que foi movimentado, mas o delegado Ramirez São Pedro não tem dúvidas que foi uma grande quantia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário