Menu

sábado, 12 de dezembro de 2015

GUARNIÇÃO VAI FAZER ABORDAGEM E POLICIAIS SÃO RECEBIDOS A BALA; PM APREENDE SUBMETRALHADORA. CAMPINENSE É PRESO NO RN

Uma viatura da polícia ambiental foi alvo de vários disparos de revólver ontem por volta 23h40 no Bairro Presidente Médici.
Nenhum policial ficou ferido
Os disparos atingiram o vidro do carro.
No revide, os acusados Adailton dos Santos e Romero Santos foram atingidos com tiros nas pernas e pés.
A guarnição voltava de uma ocorrência no Bairro Jardim Paulistano e ao perceber dois homens caminhando, pediu que eles parassem para realizar a abordagem.
Um deles colocou as mãos na cabeça, mas o outro colocou as mãos na cintura, sacou de uma arma e atirou na direção dos PMs.
Três disparos acertaram o veículo.
Os dois fugiram, mas pouco tempo depois foram presos e encaminhados para o Trauma.
A arma não foi encontrada.
O padrasto de um deles desacatou os policiais e foi conduzido até a Central de Polícia.
PRESOS COM SUBMETRALHADORA

Policiais da Força Tática/2ºBPM prenderam dois “jovens” de 22 anos portando uma espingarda calibre “12” e uma submetralhadora “7.65”, de fabricação norte-americana.
A apreensão aconteceu no “Sovaco da Cobra”, no Bairro Dinamérica em Campina Grande, no final da tarde desta sexta-feira (11/12), durante uma abordagem rotineira.
A PM também apreendeu cinco celulares.
CAMPINENSE PRESO NO RIO GRANDE DO NORTE

Policiais civis do Rio Grande do Norte prenderam em Parnamirim cinco homens suspeitos de explodir caixas eletrônicos.
Foram presos: João Paulo Ribeiro, de 31 anos, de Natal; Erickles Maranhão, de 20, de Campina Grande; Walyson da Silva Marcolino, de 31, de João Câmara/RN; Everton Ranieri Basílio, de 24, de Currais Novos/RN; e Itamar Lima da Silva, de 39, de São Paulo do Potengi/RN.
O grupo iria se reunir em Parnamirim para se preparar para mais um assalto, segundo a polícia potiguar.
João Paulo e Everton são foragidos da justiça.

Foram apreendidas duas bananas de dinamite já preparadas para serem utilizadas; uma pistola “.40”; uma metralhadora, calibre 9mm; uma espingarda calibre “12”; munições; cinco aparelhos de telefones celular; bem como roupas camufladas e blusões com capuzes.
Os cinco serão autuados pelo crime de associação criminosa armada.
Além disso, João Paulo, Everton, Erickles e Waltyson serão autuados por posse de explosivo; Itamar por porte ilegal de arma de uso restrito e permitido; e Erickles por uso de documento falso utilizando o nome de “Pedro Roberto Lima de Medeiros”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário