Menu

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

HOMEM CONFESSA QUE MATOU ADOLESCENTE QUE PRATICAVA ASSALTOS

Policiais do Núcleo de Homicídios de Queimadas prenderam na manhã desta quarta-feira (16/12) um homem de 32 anos acusado de matar o adolescente Carlos Eduardo Lopes dos Santos no dia 21 de outubro de 2015, no Sítio Guritiba, em Queimadas.
Carlos Eduardo tinha 13 anos e foi morto com vários disparos de arma de fogo, logo após cometer uma série de roubos.
“O acusado confessou o crime e disse que matou o menor porque ele e outro comparsa tentaram roubar a casa dele, mas não conseguiram. Ele saiu na tentativa de localizar os infratores e no sítio “Guritiba” os viu assaltando as mulheres. Ele tentou desarmar os adolescentes, mas um deles estava armado com uma espingarda e apontou na sua direção. O homem atirou”.
A prisão do homem é temporária (30 dias).
O advogado vai querer a revogação, pois ele colaborou confessando e tem bons antecedentes.
*Em 2015, o Núcleo de Homicídios de Queimadas efetuou 51 prisões, apreendeu 44 armas de fogo, centenas de munições, cumpriu 72 buscas domiciliares e elucidou 70,5% dos CVLI's consumados na região da 11°DSPC, que até aqui apresenta redução de 30% dos homicídios em comparação a 2014.
(Fonte: Delegado Ramirez São Pedro/11ªDSPC - Queimadas)
ENTENDA O CASO
Um adolescente de 13 anos, acusado de assaltos, foi morto a tiros na tarde do dia 21 de outubro no sítio Guritiba, em Queimadas, na grande Campina.
O comparsa dele fugiu, mas dois depois foi apreendido.
Segundo a polícia civil, os dois estavam numa moto que roubaram na terça-feira, (20/10).
No dia morte foram roubar celulares de mulheres na comunidade e deu tudo errado.
Dois homens em outra moto seguiram a dupla e flagraram o arrastão. 
Carlos Eduardo foi morto com três tiros.
O garoto foi reconhecido por várias vítimas de assaltos na comunidade e a dona da moto roubada o reconheceu como sendo a pessoa que lhe assaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário