sábado, 27 de janeiro de 2018

PC PRENDE, NUM ENTERRO, UM DOS FORAGIDOS MAIS PROCURADOS DE CAMPINA

Policiais da Delegacia de Homicídios em Campina Grande prenderam um dos foragidos mais procurados da cidade.
Ele estava acompanhando um enterro na zona leste quando os policiais realizaram a abordagem.

A prisão ocorreu por volta das 18h00 desta sexta-feira (26/01).
Edivaldo Farias de Lima, de 20 anos, portava um revólver calibre "38" Special, uma arma para oito balas e raramente apreendida em Campina.
De acordo com a delegada Ellen Maria, ele é apontado como autor de crimes patrimoniais e homicídios praticados na cidade. 
Contra Edvaldo, conhecido como "tôcha", havia dois Mandados de Prisão por roubos e furtos.
Um deles "em virtude do assalto a uma loja de operadora de telefonia localizada no centro da cidade de Campina Grande, crime confessado por ele", disse a policial.
Ellen acrescentou que "tôcha" confessou a morte de José Aílton Clementino Tavares, ocorrida no mês de julho de 2017 no Bairro Santo Antônio.
"Ele seria ainda autor confesso de um duplo homicídio ocorrido no dia 10/05/2015, quando era menor de idade. As vítimas foram José Francisco e João da Silva que foram mortas a tiros dentro de um bar no bairro José Pinheiro", concluiu a delegada.

"Tôcha" vai ser ouvido por envolvimentos ou execução de outros homicídios e também na Delegacia de Roubos e Furtos onde constam outras acusações de crime patrimoniais.
Na segunda-feira (29), às 09h30, na Delegacia de Homicídios de Campina Grande, a delegada Ellen Maria recebe a imprensa para outros esclarecimentos.
(Redação com informações da DH)

Nenhum comentário:

Postar um comentário