terça-feira, 13 de novembro de 2018

TRABALHO VAI MANTER STATUS DE MINISTÉRIO, DIZ BOLSONARO


O presidente eleito Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (13/11) que a pasta do Trabalho manterá status de ministério e não se tornará uma secretaria.

Bolsonaro deu a declaração numa entrevista coletiva em Brasília, após ser questionado sobre o assunto.
Na semana passada, o presidente eleito havia dito que pasta do Trabalho perderia status ministerial e seria incorporada a algum ministério.
"O Trabalho vai continuar com status de ministério. Não vai ser secretaria, não", afirmou.
Questionado, então, se o ministério irá incorporar alguma pasta, respondeu:
"Vai ser ministério disso, disso, disso e Trabalho. É igual o Ministério da Indústria e Comércio, é tudo junto", acrescentou.
Na semana passada, após Bolsonaro dizer que o Ministério do Trabalho seria incorporado a outra pasta, servidores protestaram na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e deram um abraço simbólico no prédio onde funciona o órgão.
Segundo o presidente eleito, a meta atual é reduzir o número de ministérios de 29 para 17, mas pode chegar a 18 – inicialmente, Bolsonaro havia dito que seriam "no máximo" 15 pastas.
(Por Guilherme Mazui e Elisa Clavery, G1 e TV Globo)

5 comentários:

  1. Este senhor não entende de nada jamais administrar uma foi uma roubada eleger este ano povo desinformado vão pagar um preço caro e será tarde demais esse aloprado vai detonar os trabalhadores eu acho é pouco pra quem votou nele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estamos pagando.. com os experientes ladrões do PT. Inclusive com o ex presidente analfabeto e a Anta da Dilma. Vocês sabem votar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Asno

      Excluir
    2. esquenta nao PETISTA ele vai organizar o Brasil

      Excluir
    3. ele quer acabar com acabar com a mamata de politicos q cuidam desta pasta.desinformado é vc. acompanhe o q acontece no min. do trabalho.

      Excluir