terça-feira, 23 de abril de 2019

JOVEM É ESTUPRADA POR ASSALTANTE QUE SE PASSA POR MOTOTAXISTA

Uma jovem de 19 anos de idade foi estuprada na madrugada desta terça-feira (23/04) num descampado nas imediações do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Campina Grande, na Alça Sudoeste.

O estuprador não foi preso, mas foi identificado como sendo um mototaxista não permissionário.
Tudo começou nas proximidades do Terminal de Integração das Malvinas, por volta de 01h00.
Mãe e filha estavam numa moto.
Elas tinham saído do trabalho em uma lanchonete e voltavam para casa na Ramadinha II quando foram abordadas por um homem noutra moto.
A duas foram assaltadas, mas não terminou apenas no roubo.
Ele ordenou que a mãe da jovem seguisse na moto e obrigou que a vítima subisse na motocicleta dele.
Com a jovem na moto, ele seguiu por um caminho até a Alça onde cometeu a violência sexual.
Durante o crime o estuprador sempre apontava a arma para a cabeça da vítima e ela dizia que que não a matasse.
O abuso durou cerca de 40 minutos.
COMO A POLÍCIA FICOU SABENDO
A mãe da jovem procurou a PM que começou a realizar rondas nas imediações do Alameda e NUMOL.
Numa das investidas a guarnição do sargento Ednaldo Bezerra viu um objeto reluzir.
Foi ai que os PMs se aproximaram, mas foram recebidos a bala.
O estuprador chegou a usar a jovem quase como um escudo humano.

Ele fugiu, porém porém deixou no local uma moto de cor cinza com placa de Pernambuco, um capacete, uma jaqueta de mototaxista clandestino, um celular, documento do veículo e um revólver calibre 38 com munições.
É possível que o mesmo homem tenha estuprado mais 4 jovens e adolescentes em Campina Grande.
A vítima foi levada pela polícia para o ISEA para tomar um coquetel para evitar doenças sexualmente transmissíveis.
(Por www.renatodiniz.com)

2 comentários:

  1. Cabra safado, tem q ser capado à moda antiga! Tomara que façam ele de mulherzinha na prisão, VERME!

    ResponderExcluir