quinta-feira, 23 de maio de 2019

PC PRENDE SUSPEITO DE MATAR MULHER NO JOSÉ PINHEIRO

A polícia prendeu nas primeiras horas desta quinta-feira (23/05) no Bairro Alto Branco, em Campina Grande, o suspeito de assassinar com golpes faca uma mulher na madrugada da segunda-feira (20) no Bairro José Pinheiro.

Poliana Nunes Lourenço Messias, de 31 anos, foi assassinada com oito golpes no pescoço e cabeça.
O preso é Vanderley Luna Nascimento, de 37, que negou o crime.
Na casa do pai dele a polícia encontrou uma pistola “ponto 40”.
O homem, de 61 anos também foi conduzido à Central.
A prisão de Vanderley é em caráter temporário.
A ação foi da polícia civil com apoio da polícia militar.
A delegada Nercília Dantas coordenou a operação.
Segundo ela, as investigações concluíram que Vanderley queria manter relações sexuais à força com Poliana.
O crime é de feminicídio.
A casa onde ela morava pertence a mãe do suspeito.
Vandeley foi visto usando uma camisa manchada de sangue.
O CRIME
Poliana era solteira e morava sozinha numa casa num Beco da Rua Ministro José Américo, na antiga “feira de madeira”, onde foi encontrada morta.
Um som alto por volta da meia-noite chamou a atenção dos vizinhos.
Quando um deles foi até a residência de Poliana para pedir que ela abaixasse o volume, se deparou com a mulher morta no chão, ao lado da cama.
A vítima estava completamente ensanguentada.
Poliana era dependente química e já havia sido internada em casas de recuperação por quatro vezes.
Para que ela não dormisse na rua, os pais pagavam o aluguel da residência.
Desde a adolescência que a vítima era usuária de drogas.
Ela tinha dois filhos que moram com os avós maternos.
(Por www.renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário