quarta-feira, 4 de setembro de 2019

MÃE ASSASSINADA: QUATRO CRIANÇAS PRECISAM DE SUA SOLIDARIEDADE

*Contato para ajuda no final da matéria
Quatro crianças entre 4 e 11 anos de idade ficaram órfãos após a mãe, Genilda Lira da Silva,  que tinha 30 anos, ter sido assassinada na tarde do domingo (1º de setembro) pelo ex-marido, Jean Carlos Dias da Silva, de 29, no Bairro Mutirão, em Campina Grande.

Duas meninas e dois meninos ficaram sob os cuidados dos avós maternos numa casa em condições precárias na Rua Jamaica, também no Mutirão.
Os avós não têm renda fixa.

O pai de Genilda, Genildo Lira da Silva, há um ano vive de reciclagem, pois não conseguiu emprego de pedreiro.

Damiana Silva Lira, avó das crianças, disse a reportagem da TV Borborema/SBT que "tem fé em DEUS que tudo vai dar certo, mas precisa de ajuda. Toda ajuda é bem vinda".

Genilda Lira foi assassinada com um golpe de faca no peito.
A mulher ainda chegou a ser socorrida.
(Jean Carlos: preso em flagrante)

O assassino foi preso em flagrante, se mostrou frio e sem arrependimento.
Ele só não foi linchado graças a ação da polícia militar. 
Com o acusado, Genilda teve dois filhos.
A menina tem 5 anos, e o menino tem 4.
Genilda queria que o assassino pagasse a pensão alimentícia dos filhos.
Qualquer ajuda entre em contato pelo telefone: 9 8860 4001.
Endereço: Rua Jamaica 122, Mutirão.
(Por www.renatodiniz.com)

Um comentário:

  1. como será o futuro dessas sem mãe e sem pai nesse mundo que esta cheio de maldade.

    ResponderExcluir