quinta-feira, 14 de novembro de 2019

O QUE AINDA FALTA PARA PODER RETIRAR OS 998 REAIS DO FGTS

O Senado aprovou, em votação simbólica nesta terça-feira (12/11) a Medida Provisória (MP) 889, que autorizou as novas modalidades de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), autorizando a elevação do valor disponível para saque de R$ 500 para R$ 998. 

A efetivação da medida ainda depende da sanção do presidente Jair Bolsonaro.
Com o aumento do valor disponível para saques do FGTS, as datas para que os trabalhadores resgatem os recursos, a princípio, foram mantidas. 
Quem já tiver sacado os R$ 500 por conta vinculada, seja ela ativa (atual emprego) ou inativa (empregos anteriores) poderá sacar normalmente os R$ 498 restantes.
Só poderá sacar mais de R$ 500, no entanto, quem tinha até um salário mínimo (R$ 998) na conta em 24 de julho, data em que a MP foi enviada ao Congresso por Bolsonaro.
Vale lembrar que o calendário dos saques foi antecipado pelo governo, para que todos os trabalhadores possam retirar o dinheiro ainda neste ano.
Para quem nasceu em janeiro, os saques do FGTS estão disponíveis desde 18 de outubro.
Aniversariantes de fevereiro e março também já puderam recolher os recursos desde 25 de outubro, bem como os nascidos entre abril e maio (8 de novembro).
A próxima liberação dos recursos, voltada para os nascidos em junho e julho, ocorrerá a partir de 22 de novembro.
Nascidos em agosto também vão receber ainda em novembro, a partir do dia 29. 
Em dezembro, nascidos em setembro e outubro poderão sacar a partir do dia 6, enquanto os aniversariantes de novembro e os que celebrarão mais um ano de vida no próprio mês terão a liberação no dia 18.
(Por IG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário