domingo, 22 de dezembro de 2019

SARGENTO NETO: MEIA CONSULTA PARA CARENTES E CINEMA E TEATRO PARA AUTISTAS


Um dos projetos de lei relevantes apresentados pelo vereador Sargento Neto na Casa de Félix Araújo e sancionado pelo governo municipal foi o que institui a celebração de convênios entre o poder municipal e clínicas médicas para implantar a “meia consulta” para pessoas que não tem recursos suficientes para o próprio sustento.

De acordo com o projeto, o executivo municipal, através da secretária de saúde ficou responsável por entrar em contato com os médicos responsáveis pelas clínicas médicas que atuam em Campina Grande para apresentar o projeto da “meia consulta” e efetivar a parceria entre o poder público e a iniciativa privada e para que haja um desconto de 50% no valor das consultas destas pessoas.
É levada em consideração para ser expedida ou não a autorização para a meia consulta, a condição econômica do paciente através de pedido protocolado e analisado na secretaria municipal de saúde de Campina Grande.
Inclusive é verificado o cadastro social do interessado junto aos programas sociais do município, estado e programas federais.
Desta forma podemos dar meios a pessoas que não tem condições financeiras suficientes, para que possam realizar exames e consultas de forma gratuita colaborando assim com o direito constitucional que estas pessoas têm à saúde, mesmo sem disporem destas condições financeiras satisfatórias”, disse o vereador.
Sargento Neto também conseguiu aprovar Projeto de Lei de sua autoria que institui a realização mensal de sessões de cinema, espetáculos de teatro, espetáculos de dança, ou de música entre outros, voltadas para as crianças com autismo e suas famílias.
O Projeto de Lei foi sancionado pelo prefeito Romero Rodrigues.
Nestas sessões, as crianças e adolescentes autistas e seus familiares devem ter acesso irrestrito aos locais de exibição ou apresentação, podendo inclusive entrar e sair das exibições sempre que desejarem.
Desta forma nós promovemos a inclusão destas pessoas e o seu direito a também participar destas atividades de lazer, de uma forma adaptada à suas características particulares”, lembrou o vereador.
(Do Blog do Fábio Brito)

Nenhum comentário:

Postar um comentário