domingo, 14 de junho de 2020

PC PRENDE DOIS HOMENS POR COMERCIALIZAÇÃO DE VEÍCULOS CLONADOS EM CAMPINA


*Veículo de luxo roubado avaliado em mais de “200 mil reais” é recuperado pela PRF
A Delegacia de Roubos e Furtos em Campina Grande prendeu em flagrante neste sábado (13/06) dois homens com veículo roubado em Pernambuco.

Segundo o delegado Diego Beltrão, o veículo apresentava sinais de adulteração e documentação falsa, para aparentar suposta legalidade.
As prisões ocorreram no estacionamento de um supermercado da cidade onde os autuados pretendiam finalizar a negociação ilícita. Em interrogatório, os envolvidos confessaram a prática delitiva e afirmaram realizar, constantemente, este tipo de transação”, revelou o delegado.
Os presos foram autuados por receptação qualificada, falsidade ideológica e uso de documento falso.
POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba recuperou em Campina Grande, na tarde do sábado um veículo de luxo avaliado em mais de “200 mil reais” roubado em João Pessoa.
O veículo estava circulando clonado, com a placa de um automóvel sem registro de ocorrência.
Os policiais abordaram o carro, uma Toyota Hillux SW4,  na Unidade Operacional da PRF na BR 230, km 143, no município de Campina Grande. 
Ao consultar a placa não foi constatado qualquer ocorrência. 
Porém, ao realizar uma fiscalização minuciosa, foi verificado que se tratava de um veículo roubado em setembro de 2019 em João Pessoa.
O condutor da caminhoneta, de 23 anos de idade, informou que pagou a quantia de “167 mil reais”, preço abaixo do valor comercializado do mercado.
Ao ser questionado de quem ele havia adquirido, ele repassou o nome e as características de um homem que teria entre 30 a 40 anos. 
Porém, aos policiais consultarem os dados, constataram que o homem já é falecido e que se estivesse vivo teria 81 anos.
Apesar do elevado valor do automóvel, o condutor ainda não havia transferido o bem para sua propriedade porque, segundo ele, o vendedor informou que um despachante providenciaria toda transferência sem que ele precisasse comparecer ao órgão de trânsito competente.
(Informações: PRF e PC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário