terça-feira, 23 de junho de 2020

PROIBIÇÃO DE FOGUEIRAS: “QUEM VAI FISCALIZAR E COMO SERÁ FEITA?”, PERGUNTA AMBIENTALISTA

A tradicional noite de véspera do dia de São João é sinal de fogueiras e fogos de artifício, no entanto decretos estaduais e municipais proibindo fogueiras e fogos estão espalhados no Nordeste inteiro por causa do coronavírus, outros problemas de saúde e questões ambientais (há muito reclamadas por ambientalistas).

Na Paraíba não é diferente e em Campina Grande, a terra do Maior São João do Mundo esta noite de 23 de junho com certeza vai ficar para a história.
Porém, não será surpresa pra ninguém se em alguma rua da cidade alguém teimar em desrespeitar os decretos de proibição e acender uma fogueira.
O ambientalista Antônio Lopes Gaião, ou simplesmente Tony Ambientalista questiona justamente isso.
Quem vai fiscalizar?
Quais órgãos estarão envolvidos?
Equipes fiscalizadoras estarão de prontidão?

Diante da nossa luta pela proibição de fogueiras e balões no período junino em face de pandemia, e em respeito à saúde das pessoas, fomos atendidos por ações do Ministério Público e por Lei Estadual e Decreto Municipal de Campina Grande. Cobramos neste momento a execução da referida legislação, e que a PMCG indique o número de telefone para recebimento das denúncias, e os órgãos envolvidos na fiscalização das medidas legais pela proibição das fogueiras. Sem essas providências não haverá como fazer valer a o fruto da nossa luta e a consequente legislação”, alerta Tony Ambientalista.
(Por www.renatodiniz;com)

5 comentários:

  1. Ambientalista, gostaria de saber se Tony gaiao não poderia ir defender as floresta amazônica, ou ambientais no estado do para, e muito fácil ser ambientalista em campina grande e região, vá pera aonde ainda temos florestas e reservas ambientais.

    ResponderExcluir
  2. Fazer fogueira com madeira verde , produz muita fumaça .

    ResponderExcluir
  3. ONDE JÁ SE VIU FISCALIZAÇÃO FUNCIONAR NESTA PORCARIA DE PAÍS ?????

    ResponderExcluir