domingo, 26 de julho de 2020

DEVEMOS SER CONSERVADORES...

Em artigo publicado em suas redes sociais neste domingo o bancário Waldeny Santana, presidente municipal do Democratas em Campina Grande e pré-candidato a vereador aborda um tema que tem a ver com a família e a sociedade de um modo em geral.
Quando se fala de conservadorismo cria-se a ideia de algo radical.
Mas lendo texto que segue, o autor mostra importância da família na construção de uma sociedade mais homogênea e com representantes mais identificados com  povo.
O Texto:
O Estado deve servir ao povo e, mais do que isto, deve ser controlado pelo povo - este deve ser o ideal a ser seguido. Também convém que o Estado tenha o mínimo de poder possível, e que os cidadãos comuns tenham não apenas acesso de forma transparente aos atos praticados por nossos governantes, mas controle sobre as ações mais profundas e decisivas do Governo.
Devemos buscar, portanto, seguir o princípio da subsidiariedade, que determina que o poder deve ser exercido de baixo para cima, priorizando o poder dos indivíduos e, sobretudo, o poder das famílias e das comunidades.
Com isso, se reduz os riscos de autoritarismo e controle social pelos governantes.
Uma estrutura de poder baseada nas famílias e nas relações locais (ruas, igrejas, clubes, bairros, etc.) é ao mesmo tempo um modelo que une as pessoas em fortes laços morais e aproxima a todos dos problemas políticos de cada localidade, facilitando a cobrança aos políticos e poderes públicos.
Nós precisamos vigiar e pressionar aqueles que são nossos representantes políticos para que o dinheiro dos impostos seja bem empregado e para que nossas liberdades (de culto, de expressão e de ir e vir) sejam sempre garantidas, afinal de contas, “o preço da liberdade é a eterna vigilância”.
Precisamos também de relações mais próximas para que se retorne a confiança entre as pessoas, para que possamos voltar a confiar nos nossos vizinhos e para que voltemos a ter uma sociedade mais harmônica e menos violenta.
Esta mudança é possível e começa a partir da moral religiosa, da ordem e de famílias estruturadas.
É por tudo isto - e muito mais - que luta um político conservador. “Conservadorismo significa encontrar o que você ama e agir para proteger isso. A alternativa é encontrar o que você odeia e tentar destruir. Certamente a primeira alternativa é um modo melhor de viver do que a segunda.” (Roger Scruton)
De Waldeny Santana
(Por www.renatodiniz.com)

Um comentário: