terça-feira, 15 de janeiro de 2019

POSSE DE ARMA: SARGENTO NETO COMEMORA DIREITO DE DEFESA DO CIDADÃO

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15/01), um decreto que facilita a posse de armas de fogo.
O ato do presidente foi comemorado pelo vereador campinense Sargento Neto (PRTB).

A gente percebe a valorização do cidadão, da sociedade e das forças de segurança. Houve um avanço. A gente comemora o direito de defesa do homem do campo, por exemplo. E sabemos que o direito à posse seguirá critérios”, disse o sargento Neto ao www.renatodiniz.com.
Um detalhe, para poder portar a arma o cidadão terá que ter o porte de arma e não houve tratativa desse assunto no decreto assinado por Bolsonaro.
Já o direito à posse autoriza o cidadão a manter uma arma de fogo em casa ou no trabalho (desde que o dono da arma seja o responsável legal pelo estabelecimento).
É uma forma de o cidadão comemorar e a gente que é do lado do bem corrobora que este ato presidencial. No campo a gente bem sabe das dificuldades de segurança dos agrucultores e propretários de terra", enfatizou o vereador.
Pelo texto, os residentes na zona urbana ou rural têm o direito de manter arma de fogo em casa, desde que cumpridos os requisitos de "efetiva necessidade", a serem examinados pela Polícia Federal e ela é quem vai decidir se autoriza ou não a concessão da posse.
"Muitas vezes o cidadão abria mão ter uma arma para sua defesa com receio de ser enquadrado no posse ilegal de arma", acrescentou Neto.
O cidadão deverá preencher uma série de requisitos, como passar por avaliação psicológica e não ter antecedentes criminais.
Só a partir dos 25 anos de idade é que ele poderá comprar uma arma ou até 4 armas; ter ocupação lícita; ter curso obrigatório de manuseio de arma; comprovar existência de cofre ou local seguro para armazenamento, em casas nas quais morem crianças, adolescentes ou pessoa com deficiência mental;
Continua proibido o uso de armas de uso exclusivo das Forças Armadas e instituições de segurança pública
Só poderão possuir armas moradores de cidades “com índices anuais de mais de dez homicídios por cem mil habitantes, segundo dados de 2016 apresentados no Atlas da Violência 2018”.
(Por www.renatodiniz.com)

Um comentário:

  1. Parabéns ao sargento - ao contrário de certas vozes de CAPACHOS DE SOCIALISTAS que desonram a farda com medinho e pré-conceito contra o cidadão armado e contra às armas em geral. Parabéns aos PMs de bem da PB, vamos trabalhar para melhorar a legislação, dar mais retaguarda jurídica ao trabalho dos POLICIAIS e ao cidadão de bem em LEGÍTIMA DEFESA! CHEGA de conivência e facilidade para a bandidagem!

    ResponderExcluir