sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

VEREADOR RECLAMA DE “AUMENTO” DADO AO PMs DA PARAÍBA


O vereador de Campina Grande Sargento Neto demonstrou indignação absoluta com a política de valorização dos policiais militares que será praticada pelo novo governador João Azevêdo.

Quando o salário mínimo aumenta, o soldo do soldado é baseado no valor deste aumento. Só que existe uma diferença entre o soldado e o cabo. Pra não ficar equivalente, lamentavelmente o governo achou por bem dar ‘dez reais’ de reposição, de aumento nos salários dos cabos, quando o aumento do salário mínimo foi de 44 reais. Não desmerecendo o soldado, mas não podemos ficar calados diante disto”, disse o Sargento Neto.
Lamento mais uma vez, pois vejo que serão mais quatro anos de luta por que o atual governador mostra que seguirá os mesmos passos de Ricardo Coutinho. Lamento pela falta de compromisso com a segurança pública”, afirmou o vereador.
Isto é uma vergonha para um governo de estado: Dar 10 reais de aumento para um cabo. É com 10 reais que o governador diz que tem compromisso com a segurança pública? Dando 10 reais de diferença de soldado para cabo?”, indagou.
(Blog do Fábio Brito)

6 comentários:

  1. Politicagem!Falar da pessima gestão da prefeitura de campina ele não fala!

    ResponderExcluir
  2. Aumento salarial, deve ser dado AO FUNCIONALISMO e não limitar-se a uma categoria. E os professores? Os profissionais de saúde? Etc. Por que o vereador refere-se unicamente aos policiais (nada contra esses), sabendo que, por lei, não existe isso de beneficiar só uma categoria. O resto é POLITICAGEM.

    ResponderExcluir
  3. Do que adianta dar mei mundo de aumento e não pagar a folha?

    ResponderExcluir
  4. O prefeito Romero Rodrigues e extremamente grosseiros com os contratados da educação em especial , com os profissionais formados em pedagogia , que são conhecidos como cuidadores de crianças com deficiência , trabalhar os 2 expedientes pra ganhar , 1.100 , 1.050 1.000. reais mensal , no mês se gasta com passagens e o almoço , final do mês não sobra quase nada , lamentável, profissionais de alto nível , com salários e condições de trabalho péssimas .

    ResponderExcluir
  5. Vergonha sao os estados que estão declarando calamidade financeira.

    ResponderExcluir