sábado, 9 de fevereiro de 2019

“O POVO TEM QUE SABER O QUE ESTÁ SENDO FEITO COM O SEU DINHEIRO”, ALERTA VEREADOR

A população tem que ter consciência que o dinheiro público não é favor, é direito!

É com base na cartilha da CGU “Olho Vivo no Dinheiro Público” que o vereador Didi da Farinha publicou nas redes sociais uma espécie de alerta para a população puxinanaense.
É dever da prefeitura:
*Informar população, com clareza, como gasta o dinheiro.
*Prestar contas à população.
*Quando começar a discutir o orçamento, convocar a população para audiências públicas para investir onde realmente a população precisa.
Tudo isto não é favor, é lei.
A prefeitura deve incentivar a participação popular na discussão de planos e orçamentos.
Suas contas devem ficar disponíveis para qualquer cidadão (Lei de Responsabilidade Fiscal, art. 48 e 49).
A Câmara de vereadores tem um papel fundamental neste processo, pois fiscaliza e aprova o orçamento.
Caso algum vereador queira utilizar a politicagem em vez de politicas públicas para o bem da população, aprovando projetos do executivo com a falácia que é para o bem do povo e o dinheiro investido não sendo devidamente informado como foi gasto, este vereador não faz jus ao mandato, pois a população que mais precisa é a que mais sofre devido a sua negligência e falta de respeito ao povo que lhe elegeu.
A Câmara Municipal fiscaliza a Prefeitura.
O vereador acompanha de perto os gastos da Prefeitura.
A Prefeitura presta contas à Câmara Municipal.
O cidadão fiscaliza a todos.
Um exemplo de fiscalização é que a prefeitura deve comunicar por escrito aos partidos políticos, sindicatos de trabalhadores e entidades empresariais com sede no município a chegada da verba federal em um prazo máximo de dois dias úteis. (art. 2º, Lei nº 9.452, de 20/3/1997).
Logo a sua participação, que mora em Puxinanã, e necessita dos serviços públicos da cidade, faz toda a diferença.
Existem conselhos na cidade que são de extrema importância, pois o dinheiro público é de conhecimento deles na área da Educação, Saúde e Assistência Social.
Procure estes conselhos e veja como está sendo gasto o seu dinheiro.
Não se contente com migalhas se você tem direito a um banquete de serviços públicos.
Se o dinheiro não está sendo gasto com a população, para onde está indo o seu dinheiro?
Afinal perguntar não ofende e principalmente se é o seu dinheiro que está sendo gasto.
Então fique de Olho Vivo e não deixe que joguem poeira nos seus olhos para você não ver os direitos que tem.
Não deixe de fiscalizar e denunciar, pois havendo indícios que o Prefeito da sua cidade gasta o dinheiro público como bem entende e não para o bem do povo, você a cada dia viverá numa cidade que está só perto do atraso e nunca perto do progresso!
(Por assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário