domingo, 24 de fevereiro de 2019

TRAGÉDIA EM AREIAL: DELEGADO NÃO ACREDITA EM SURTO PSICÓTICO

*Acusado disse que vítimas “o irritavam muito”
*Homem esfaqueou a mulher, a sogra e matou a mãe da sogra
O delegado Lamartine Lacerda foi o plantonista na noite deste sábado (23/02) em Esperança.
Foi ele quem tomou o depoimento de Joseano Santos Oliveira, de 36 anos, acusado de esfaquear a própria mulher, a sogra e matar a avó da mulher em Areial.

Em postagem para jornalistas em um grupo do WhatsApp, o delegado foi enfático: “Por favor, gente, nem propaguem essa história de surto. Ele tinha cognição (‘percepção, conhecimento’)  perfeita. Estava sereno e equilibrado na delegacia. Articulou sem dificuldades sua qualificação e disse que não prestaria o interrogatório. Apenas referiu que as vítimas o irritaram muito”.
Na manhã deste domingo, às 09h36 o www.renatodiniz.com entrou em contato com o delegado que às 11h28 respondeu informando que “de fato Joseano foi conduzido à sede do plantão. Estava bastante sereno, bastante tranquilo. Nem parecia que tinha cometido às atrocidades”.
A filha dele, de 12 anos de idade, foi quem pediu socorro aos vizinhos.
Ela disse que o pai estava mantando a mãe, a avó a bisavó dela”.
O delegado confirma que os policiais militares foram acionados, cercaram a casa, mantiveram “diálogo” com ele (Joseano), entraram no local e o encontraram na sala com a faca de açougueiro na mão num ambiente bastante inundado de sangue.
Ele foi desarmado e preso.
Lamartine afirmou que durante o interrogatório “ele se negou a prestar maiores informações, apenas gesticulou negativamente que não iria prestar informações, mas toda a qualificação (indagada a ele), ele articulou perfeitamente e instruiu todas as informações que precisávamos para a sua qualificação (instrução escolar, estado civil, endereço, profissão, etc..)”.
O delegado disse que “uma pessoa com surto não consegue articular nenhum tipo de informação”.
O policial disse ao www.renatodiniz.com que após todo procedimento lavrado e assinado ele o indagou o porquê de toda essa situação.
Ele olhou pra mim, me fixou nos olhos e disse apenas que elas teriam irritado muito ele. Teriam o irritado demais. Apenas isso. Nada mais disse”.
Lamartine Lacerda acrescentou que lhe chamou a atenção o fato de Joseano estar bastante “sereno” e “articulando as ideias”.
Então: essas articulações das ideias não combinam com surto psicótico”.
(Por www.renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário