sábado, 23 de março de 2019

PC PRENDE ACUSADO DE MATAR MARCENEIRO. ELE CONFESSOU TUDO


*Acusado disse que marceneiro abusava da enteada
*Acusado é namorado da adolescente
*Adolescente afirma que era violentada pelo padrasto desde os seis anos
*Mãe da menina sabia de tudo, diz PC
*Delegado vai indiciar a mulher por omissão
*Delegado Danilo Orengo deu detalhes ao renatodiniz.com

A polícia prendeu um dos acusados de matar um marceneiro na noite da última terça-feira (19/03) quando ele estava jantando com a família.
Ivanildo de Sousa Demétrio foi morto a tiros e com golpes de facão no sítio “Geraldo” de São Sebastião de Lagoa de Roça.
O desfecho do caso chama a atenção pela motivação.
A prisão de Henrique Pinheiro foi realizada na quinta (21) pelo Núcleo de Homicídios da 12ªDSPC com apoio de PMs do 15ºBatalhão.
Segundo Henrique, Ivanildo abusava sexualmente de uma enteada hoje com 16 anos, mas desde os seis anos que ela era violentada pelo padrasto.
A adolescente  é namorada de Henrique.
Esses argumentos ele disse durante depoimentos à PC em Esperança.
Segundo o delegado seccional Danilo Orengo, o Henrique afirmou que a garota sempre contava o que o padrasto fazia com ela e ele “resolveu acabar tais abusos sofridos por sua namorada”.
Ainda no depoimento Henrique conta que “ainda chegou a conversar com a genitora de sua namorada, noticiando os abusos sexuais e nada foi feito”.
O delegado então teria indagado por qual motivo a polícia não tinha sido informada dos abusos que a garota vinha sofrendo, “mas a vítima, hoje adolescente, afirmou que temia por sua vida e de sua família, devido à agressividade do seu padrasto”.
Conforme depoimento, “Henrique confessou o crime a autoridade policial e narrou que teria planejado o crime, porque estava cheio de ódio e raiva de Ivanildo, não vendo outro caminho que não fosse tirar a vida dele”, disse o delegado Orengo.
O www.renatodiniz.com entrou em contato com o seccional Danilo Orengo que acrescentou mais detalhes.
O delegado disse que quando os PCs estavam na cena do crime, a primeira informação era de que se tratava de um “latrocínio” (roubo seguido de morte), porém nada foi roubado e os dois acusados encapuzados que entraram na casa foram direto a Ivanildo e o executaram.
Percebeu-se que os familiares não estavam chocados com a morte dele. A esposa dele estava muito fria; a enteada dele estava muito fria. Era um clima estranho”.
Danilo Orengo foi quem ouviu o depoimento  da adolescente e ela confirmou os abusos sexuais que sofria.
A PC obteve informações de que Ivanildo era agressivo contra a mulher.
A morte de Ivanildo foi planejada. Não é de ‘hoje’ que Henrique planejava. Na sexta-feira de carnaval ele falou que iria dar uma resposta a essas agressões”.
Henrique teria percebido a namorada muito triste e começou a indagar a razão daquilo.
O namoro entre eles faz um ano.
Ela acabou falando que o padrasto abusava sexualmente dela”.
A mãe teria, inclusive, tomado conhecimento dos abusos, mas não acreditava na filha.
Ainda no contato com o www.renatodiniz.com, o delegado Danilo Orengo afirmou que “o que me deixa perplexo é que a adolescente desde os seis anos de idade que ‘noticia’ que vivia sendo abusada pelo padrasto e a mãe não fez nada. Foram dez anos de abusos sucessivos (de estupro de vulnerável). A mãe sabia e não procurava um delegado, não procurava o Ministério Público, não procurava o Conselho Tutelar. Isso de certa maneira gerou uma revolta em toda nossa equipe”.
Danilo Orengo afirmou ao renatodiniz.com que vai indiciar a mãe da adolescente “por causa dessa omissão”.
Ela poderia ter evitado tudo isso. Ela preferiu ‘fazer ouvido de mercador’”.
A polícia agora busca a identificação do segundo envolvido na morte de Ivanildo.
Por fim Danilo Orengo acrescentou que “foi mais crime esclarecido. Ressaltando que os crimes que têm ocorrido na 12ªDSPC têm uma resposta imediata por parte da PC e da PM. Nós estamos atentos a qualquer tipo de crime”.
(Por www.renatodiniz.com)

6 comentários:

  1. Deus qe mim perdoe,mas agora esse cara va abusa do capeta

    ResponderExcluir
  2. Deus qe mim perdoe,mas agora esse cara va abusa do capeta

    ResponderExcluir
  3. A mãe aceitava isso dentro da própria casa isso está errado tem que punir ela mesmo por ter aceitado isso ai.

    ResponderExcluir
  4. Esse rapaz ñ era para ta preso.
    Ele fez foi um favor pra sociedade um estuprador a menos.

    ResponderExcluir
  5. Esse cara tem que estar solto, fez um favor a sociedade, matou um canalha.
    O indivíduo que morreu era um bandido que abusava da enteada desde que ela tinha 6 anos. Menos um verme no mundo.

    ResponderExcluir
  6. Esse rapaz tem que ganhar uma medalha de honra ao mérito, por retirar um luxo desse da sociedade, delegado solte esse herói!!!

    ResponderExcluir