terça-feira, 4 de junho de 2019

VEREADOR DENUNCIA QUE PM E BOMBEIROS SÃO SUBMETIDOS A SERVIÇO EXTRA COM UM VALOR INSIGNIFICANTE

O vereador Sargento Neto voltou a criticar o governo estadual, que, de acordo com ele, há oito anos e meio massacra a categoria.
Um dos pontos atacados pelo vereador diz respeito a hora extra que é de “6 reais”.

Ele alertou que esse valor é insignificante e com certeza vai resultar em várias cidades do estado sem policiamento.
Muitos policiais estão abrindo mão dessa hora extra.
Neto parabenizou os PMs pela coragem de abrir mão deste serviço escravo a qual foram submetidos, devido ao baixo salário, atuando sem extra, sem segurança, sem estrutura.
Os nossos policiais militares, e demais homens que atuam nas forças da segurança pública não tem valorização, não tem estrutura para trabalhar, não contam com um Plano de Cargos, Carreira e Remuneração”.
RISCO DE VIDA
Os policiais militares não têm o risco de vida e pra completar quando chega o momento em que mais precisam, são descartados depois de passar 30 anos de serviço e perda salarial é de 42%”.
“6 REAIS DE HORA EXTRA”
É um absurdo. O militar é dedicação exclusiva, sabemos disso, e hoje eles são obrigados pela questão do baixo salário de muitas vezes trabalhar até 30 dias ininterruptamente. A falta de efetivo é enorme e sem o extra não há segurança na Paraíba. Não podemos cruzar os braços para a situação do policial que já usa de forma complementar o extra para fazer de seu salário algo mais aceitável, é preciso chamar a atenção da sociedade para esta situação.”
(Por www.renatodiniz.com com informações do Blog do Fábio Brito)

Nenhum comentário:

Postar um comentário