quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE MATAR HOMEM E DEPOIS ARRANCAR A CABEÇA E JOGÁ-LA NO RIO

Policiais da 11ªSeccional/Queimadas e 3ªCia/Boqueirão prenderam um acusado de homicídios e roubos na Região do Agreste.
Contra o preso, que tem 24 anos foi cumprido um Mandado de Prisão Temporária.

A captura do procurado ocorreu em Umbuzeiro, no Agreste, e confirme a PC, fez parte da “Operação Abor Fase II”.
Os policiais localizaram Romário Francisco da Silva no sítio “Picadas”.
Ele estava na companhia de um comparsa que também foi preso.

Foram apreendidas três motocicletas e uma espingarda calibre “12”.
Alvo principal da ação, Romário e acusado de ações criminosas (roubos) em Aroeiras Aroeiras, Gado Bravo e Umbuzeiro, além do porte ilegal de arma de fogo e homicídios.
CONFESSOU ASSASSINATO
Em depoimento aos PCs, Romário confessou ter assassinado “Nego de João Mendes” (Leonilson Barbosa da Silva), que tinha 55 anos.
O crime ocorreu na noite de 10 de agosto do ano passado em Gado Bravo, no Agreste.
"O que chamou a atenção foi o fato dele ter confessado que após ter matado, decapitou a vítima por conta de ciúmes, cuja cabeça foi colocada dentro de uma bolsa plástica, e lançada numa grota nas proximidades da ponte do Rio Paraíba, em terras do município de Umbuzeiro”, informou a polícia.
Dias atrás, após uma briga, ele desferiu vários golpes de faca na companheira.
Ela encontra-se internada no Trauma.
A prisão ocorreu na segunda-feira (27/01).

2 comentários: