sábado, 18 de abril de 2020

MAIS DE 80% DOS TRABALHADORES NO BRASIL TÊM RENDA EM RISCO PELA COVID-19

Estudo da USP aponta que, no passado, os trabalhadores que teriam condições de passar por crises estão desprotegidos.

Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) mostra que oito em cada dez trabalhadores brasileiros correm o risco de perder o emprego ou parte da renda por causa do impacto da epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) na atividade econômica.
A análise do grupo de pesquisadores indica que mesmo trabalhadores com vínculo formal e que atuam em atividades consideradas essenciais que podem continuar sendo exercidas, apesar das medidas de isolamento impostas pelas autoridades para conter a transmissão da Covid-19, tornaram-se vulneráveis diante da crise.
De acordo com esse estudo, o grupo mais frágil teme cerca de um quarto da força de trabalho, o equivalente a 24 milhões de pessoas.
Esses trabalhadores são, em geral, informais empregados em atividades não essenciais e que, portanto, foram mais afetados pela paralisação da economia na quarentena.
Já um outro grupo dessa pesquisa correspondente a 55% do pessoal ocupado, reunindo 52 milhões de trabalhadores. 
Esse grupo se mostra vulnerável apesar de ter vínculo formal ou mesmo estar trabalhando em atividades consideradas essenciais. Juntos, eles representam 81% da força de trabalho.
(Por IG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário