domingo, 5 de abril de 2020

SAÚDE ESCLARECE RETIRADA DE EQUIPAMENTOS DO HOSPITAL DE TAPEROÁ COM APOIO DA PM. ENTENDA

A Secretaria de Estado da Saúde emitiu nota neste sábado (04/04) a cerca da retirada de equipamentos do Hospital de Taperoá, no Cariri do estado.
A ação, conforme denúncias, ocorreu durante a madrugada e contou com o apoio da polícia militar.

Para a cidade fio um gesto desrespeitoso, incabível e sem precedentes.
Na nota a Secretaria esclarece que “tem realizado todos os esforços necessários e contado com a solidariedade dos paraibanos e paraibanas para garantir o atendimento às pessoas diagnosticadas com o coronavírus.
Para se antecipar a uma provável demanda de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de enfermarias para os casos da Covid-19, a gestão hospitalar do Estado decidiu pela realocação temporária de dez leitos e três ventiladores pulmonares do Hospital de Taperoá, que não estavam sendo utilizados devido à suspensão das cirurgias eletivas, conforme recomendação do Ministério da Saúde”. 
Segundo a nota, “o atendimento à população do município na referida unidade hospitalar não sofrerá nenhum tipo de prejuízo, pois a equipe de profissionais mantém o compromisso de prestar um atendimento qualificado a todos os cidadãos. Além disso, todos os equipamentos emprestados irão retornar ao Hospital de Taperoá tão logo a epidemia de coronavírus seja superada no Brasil e na Paraíba”.
No final, a Secretaria solicita “a compreensão e a solidariedade de todos na busca pela disponibilização da melhor assistência especializada aos paraibanos de todas as regiões do Estado”.
Por causa da ação da Secretaria, o pároco de Taperoá, Fabrício Timóteo, chegou a postar um vídeo nas redes sociais criticando a atitude.
O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, durante uma “live”, se posicionou contrário a retirada dos leitos.
Ele disse que o Estado tem condições de adquirir leitos sem precisar retirar de outros hospitais.
(Por www.renatodiniz.com)

2 comentários:

  1. tiraram esses leitos do hospital de Taperoá pra depois prestar conta ao governo federal dizendo que foi comprado para o atendimento para as pessoas com virus

    ResponderExcluir
  2. governo de um.mandato so, como vc descobre um santo pra cobrir outro...e o governo federal.mandou recursos pra isso e o gaverno da paraiba ja dispõe tbm de recusos pra isso. e se precisar em taperoá, o povo vai ficar a mercê da situação...

    ResponderExcluir