domingo, 5 de abril de 2020

BRUNO SE FILIA AO PSD E LEVANTA ESPECULAÇÕES

(Bruno e Tovar: as preferências da situação em Campina)
O ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima se filou neste sábado (04/04) ao PSD, partido do prefeito Romero Rodrigues, que é o presidente da legenda no estado.
Bruno se filiou justamente no prazo final para filiação partidária.
Conforme escreveu o jornalista Arimatea Sousa no Paraíba Online, “ao cabo de prolongadas negociações que se desenvolveram há meses, o ex-deputado e prefeitável Bruno Cunha Lima fez, finalmente neste sábado, no prazo limite fixado pela legislação eleitoral, a sua nova opção partidária”.
O jornalista acrescentou que “na noite desta sexta-feira, o prefeitável teve uma prolongada conversa com o prefeito”.
Bruno chegou a ser cortejado pelo MDB e Patriotas, mas no “tempo limite” escolheu o PSD.
Bastou ser divulgada a filiação do ex-deputado ao partido de Romero para que se especulasse nas redes sociais que Bruno é, de fato, o nome que o atual prefeito vai apresentar para sucedê-lo.
O secretário de planejamento Tovar Correia Lima é o outro nome para suceder Romero.
Vários vereadores do bloco de apoio ao prefeito já manifestaram preferência absoluta pelo nome de Tovar.
A lei eleitoral permite que até o dia 4 de junho pré-candidatos a cargos executivos permaneçam nas suas funções.
Tovar chegou a um entendimento com Romero para permanecer a frente da “pasta” nestes tempos de enfrentamento ao coronavírus.
*Ainda sobre Bruno, ele disputou a primeira eleição em 2012, sendo eleito o vereador mais votado de Campina Grande, com 4.631 votos.
Em 2014 ele foi eleito deputado estadual, com 34.054 votos.
Nas eleições passadas (2018) tentou uma vaga na Câmara Federal, obtendo 44.143 votos e sendo o candidato a deputado federal mais votado de Campina Grande (quase 20 mil votos).
*Dados da Coluna Pleno Poder – Jornal da Paraíba)

2 comentários:

  1. A BAGAGEM DE BRUNO É, E MUITO SUPERIOR , O TOVAR SERIA UM BOM NOME PARA VIVE- PREFEITO

    ResponderExcluir
  2. eles já começam mamar logo cedo nas tetas do BRASIL

    ResponderExcluir