sexta-feira, 3 de julho de 2020

MEDIDA ANUNCIADA PELA CAIXA DEVE FACILITAR FINANCIAMENTO DA CASA PRÓPRIA

O anúncio da Caixa Econômica Federal sobre a possibilidade de incluir o valor do ITBI (Impostos sobre a Transmissão de Bens Imóveis) e os custos cartorários em novos contratos deve diminuir a barreira de entrada para novos financiamentos da casa própria.
Apesar de a medida aumentar o valor total do financiamento, ela reduz o valor que o comprador deve ter à mão para dar entrada ao processo.
Assim, facilita a compra do imóvel, de acordo com especialistas ouvidos pelo UOL.
Segundo Gilberto Braga, professor do Ibmec-RJ, para fazer um financiamento pelo Caixa, o cliente precisava arcar com:
*Entrada, equivalente a 20% a 30% do valor total do imóvel 
*Custos com escritura e certidões
*ITBI
O ITBI é um tributo municipal cobrado do comprador em toda transação de compra e venda de imóvel.
Em São Paulo e no Rio de Janeiro, o ITBI corresponde a 3% do valor venal do imóvel.
Outros bancos já ofereciam a possibilidade de incluir custos cartorários e ITBI no financiamento.
Mas como a Caixa controla cerca de 70% do mercado de crédito imobiliário, a medida só agora será popularizada.
CLIENTE TERÁ QUE DESEMBOLSAR VALOR INICIAL MENOR
Braga calcula que, para comprar um imóvel de R$ 500 mil, é preciso desembolsar até R$ 20 mil com tributos e gastos cartorários, dependendo da região do Brasil.
"Ou seja, são R$ 20 mil que você pode financiar e não ter que tirar do bolso imediatamente. Muita gente tem renda para conseguir o financiamento, mas não tem dinheiro para sair do aluguel e pagar os custos de entrada ao mesmo tempo", disse Braga.
VALOR TOTAL NÃO DEVE SUBIR MUITO
Além de diminuir a barreira de entrada, a inclusão desses custos não tem um impacto significativo no valor total do financiamento e a parcela não deve aumentar muito, disse Alberto Ajzental, professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas).
Para ele, o patamar historicamente baixo da taxa básica de juros (Selic), utilizada como referência para os contratos, torna o momento atual favorável ao financiamento de imóveis.
[A Selic baixa faz com que] o pacote total financiado seja menor do que seria há alguns anos”.
CAIXA É O ÚLTIMO DOS GRANDES A ADOTAR A MEDIDA
Consultados pelo UOL, os outros grandes bancos do país afirmaram já oferecer a possibilidade de incluir tributos e custos cartorários no financiamento da casa própria.
O Bradesco disse que oferece há mais de dez anos a opção de inclusão de custas e ITBI até o limite de 5% do financiamento.
O Banco do Brasil informa em seu site que financia ITBI e todos os custos de cartório e tarifas de avaliação.
Itaú Unibanco e Santander também afirmaram que já oferecem a possibilidade aos clientes.
(Do Uol)

Um comentário:

  1. NUNCA VI UM PAÍS PRA DIFICULTAR MAIS A VIDA DO POBRE DO QUE O BRASIL,O CONJUNTO DIGA-SE CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA JÁ INGRESSOU COM UMA AÇÃO SUSPENDENDO ISSO ALEGANDO QUE ESSA MEDIDA PREJUDICA OS RICOS DONOS DE CARTÓRIOS!!!!! DAI-ME PACIENCIA VIU.

    ResponderExcluir