sexta-feira, 15 de maio de 2020

DEMOLIÇÃO DE BARRACAS NA FEIRA DO ACÁCIO: SESUMA ESCLARECE AÇÃO

Imagens de máquinas derrubando construções de alvenaria viralizaram em centenas de grupos de whatsapp na manhã desta sexta-feira (15/05).
Elas foram gravadas por moradores e feirantes do Conjunto Acácio Figueiredo.

Ainda de acordo com eles, os homens que derrubaram as construções disseram apenas que cumpriam da "secretaria da prefeitura".
Tudo ocorreu por volta das 07h00.
Cinco construções foram ao chão..
Um garoto acabou se ferindo com telhas que caíram por cima dele, mas nada grave.
A presidente da feira disse que não foi comunicada da demolição, mas reconhece que as construções eram irregulares, não tinham autorização para serem edificadas.
Em nota, a Prefeitura de Campina Grande informou que apesar da insatisfação causada aos que estavam promovendo essa ação ilegal, o fato é que a iniciativa da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) cumpre rigorosamente um dos papéis do poder público de zelar pelo patrimônio do Município e disciplinar o funcionamento.
Na área, com a permissão da Prefeitura, funcionava uma feira ao ar livre, onde os comerciantes trabalhavam em barracas periodicamente montadas no local.
Será construído um mercado com toda estrutura e padrão de funcionamento de alto nível.
O projeto foi preparado e encaminhado para Brasília, onde encontra-se em tramitação em nível de ministérios.
A Sesuma foi surpreendida quando, dias depois, passou a se verificar no local construções irregulares, de alvenaria, sendo erigidas, num claro confronto com a lei.
Não houve outra alternativa para a Sesuma se não o de demolir as construções irregulares em fase inicial e reforçar a recomendação de que a área pública do Município deve ser preservada.
(Por www.ernatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário