sexta-feira, 22 de maio de 2020

PC CUMPRE MANDADO DE PRISÃO CONTRA ACUSADO DE MATAR OPTOMETRISTA MOACIR OLÍMPIO

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande cumpriram um Mandado de Prisão contra um dos envolvidos na morte do optometrista Moacir Olímpio Dantas que foi morto com um tiro na cabeça na manhã de 29 de dezembro de 2017.

(Moacir: morte em dezembro de 2017)
O crime ocorreu no consultório de Moacir, no Edifício Ariús, na Rua Maciel Pinheiro, no Centro de Campina Grande.
Leandro de Sousa Silva, de 30 anos, está preso em Ceará Mirim, no Rio Grande do Norte.
Em 24 de abril deste ano ele foi preso por uma equipe da Polícia Rodiziaria Federal com cerca de “50 mil reais” sem comprovar a origem.
Na oportunidade ele se “apresentou” como o falso nome de “Rafael da Silva Costa”
Esta semana a DRF recebeu informações precisas da real identidade de “Rafael” e deu cumprimento ao Mandado de Prisão em decorrência da morte de Moacir.
O crime é de latrocínio e, se condenado, ele pode pegar uma pena de 30 anos.
ENTENDA O CASO
O optometrista foi assassinado durante um assalto na manhã de uma sexta-feira.
Moacir Olímpio Dantas foi surpreendido por um bandido.
O crime ocorreu por volta das 08h30.
Moacir era membro do motoclube Tropeiros do Asfalto.
O bandido chegou ao prédio pedindo informações sobre onde fazer um exame oftalmológico.
Ao entrar na sala, no primeiro andar, estavam o recepcionista, duas pacientes e o optometrista.
O ladrão anunciou o assalto, depois o disparo.
Na fuga o assaltante ainda ameaçou pessoas que viu pela frente.
Em 11 de janeiro de 2018 o delegado Cristiano Santana apontou um dos envolvidos que ainda não foi preso.
Trata-se de Thiago Luiz, que ainda não foi preso.
Ele é fugitivo da Casa Albergue Monte Santo.
(Por www.renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário