segunda-feira, 15 de junho de 2020

COMO SE PREVENIR NO TRANSPORTE PÚBLICO EM ÉPOCA DE PANDEMIA?

*O Ideal é evitar aglomerações, mas nem sempre é possível escapar de ônibus com lotação
O termo de ordem das autoridades de saúde em todo o mundo nesta época de pandemia é isolamento social sempre quando possível.
Mas com a flexibilização da quarentena em muitos Estados, a quantidade de pessoas no transporte coletivo vai aumentar.
O número de casos no Brasil está crescendo e o isolamento ainda é criticado por uma parcela de políticos leigos em saúde, apesar de hospitais de centros urbanos já estarem com a capacidade esgotada.
O isolamento social, apesar dos danos à economia, é apontado como necessário, mas diversas profissões essenciais não podem parar e muitos destes trabalhadores necessitam usar o transporte coletivo.
COMO SE PREVENIR
*Saia de casa somente se necessário mesmo.
*Tente ver com seu chefe se é possível flexibilizar horários para evitar o pico.
*Leve com você um frasquinho de álcool em gel 70% e use nas mãos antes de entrar no ônibus.
*Use máscara, pode ser de pano, mas tem de ser de dupla face. Nuca leve as mãos a mascara. Se precisar ajustar, mexa na cordinha ou elástico.
*Procure manter distância das outras pessoas, o que nem sempre é possível com o ônibus, mas ao menos, tente não ficar direcionado para o rosto dos outros passageiros.
*Prefira pagar a tarifa com o cartão de transporte, evite o uso do dinheiro que passa pelas mãos de muita gente.
*Não converse dentro dos ônibus, fale somente o necessário.
*Tente não usar celulares ou outros aparelhos no transporte coletivo.
*Se possível, não saia no transporte com anéis, pulseiras, relógios e adereços em geral. Estes objetos podem ser contaminados e nem sempre as pessoas se lembram de higienizá-los.
*Se tossir ou espirrar, use um lenço de papel descartável ou papel toalha. Se não tiver, nunca tape o nariz e a boca com as mãos, use o cotovelo.
*Leve também uma sacolinha plástica com você para jogar lenços, papéis toalhas e guardanapos.
*Não coma dentro dos ônibus.
*Quando chegar em casa com a roupa que usou no transporte público, procure se trocar antes de entrar em quartos, salas e cozinha.
Vale lembrar que não existe vacina contra o novo coronavírus e não há ainda um remédio pesquisado que seja consenso entre os especialistas de saúde, portanto, todo o cuidado nunca é demais.
(Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes - Comtranslegal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário