quarta-feira, 24 de junho de 2020

DE REPENTE, O RESSURGIMENTO DOS PRETENSOS CANDIDATOS

Bem apropriado o comentário do jornalista Lenildo Ferreira no Jornal Integração da Rádio Campina Grande FM desta quarta-feira (24/06) no que se refere ao reaparecimento de figuras políticas que estavam hibernadas havia algum tempo e que, por causa do vizinho pleito que deve ocorrer em novembro, começam a dar as caras.
O jornalista se referia que, na visita do ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) que veio à Campina Grande e a João Pessoa tratar de parcerias, apareceram ou reapareceram pretensos candidatos a cargos eletivos que em Campina, por exemplo, estavam desaparecidos.
Sumidas, do nada, essas pessoas apareceram”, concluiu o jornalista.
Neste período de pandemia do coronavírus Lenildo até questionou se essas figuras não estariam no grupo de risco para justificar tal ausência do cenário (ou campo de batalha).
Ele estendeu esta observação a todos os grupos políticos onde é comum o “desaparecimento” de figuras carimbadas que “do nada reaparecem”.
Lenildo tem razão.
Fez ver, com este comentário, a importância da escolha do eleitor no que se refere aos seus representantes.
Gente que sequer mora na cidade onde pretende concorrer ao cargo de prefeito ou vereador, mas para tanto tem a prerrogativa do domicílio eleitoral.
O discurso é sempre cheio de soluções mágicas e se valem ainda dos sobrenomes, recursos e coisas afins.
Quem ouviu hoje o jornalista falando sobre o ressurgimento dessas figuras, certamente se tivesse "entrado no ar" pelo telefone, teria concordado.
(Por Renato Diniz – www.renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário