quinta-feira, 2 de julho de 2020

TEM GENTE PRECISANDO DA NOSSA GENTILEZA. QUE TAL A GENTE SE AJUDAR?

É preciso entender que nem todas as pessoas que estão em quarentena, no isolamento, estão com emprego garantido, salário garantido, vida tranquila e só esperando o tempo passar para que tudo volte à normalidade.
Muitas pessoas estão trabalhando em casa e outras, que estão em casa, estão com os seus contratos suspensos. 
Pessoas em suas residências também estão desesperadas, com ansiedade, depressivas e no limite.
E tantas outras saem para o trabalho na dúvida: não sabem se voltarão para casa com o emprego garantido ou desempregadas. 
Não sabem se adquiriram o vírus ou não.
É uma aflição sem fim.
Então é fundamental, neste momento, ser mais vizinho, mais amigo, sensível e mais solidário.
É preciso respeitar o espaço dos outros.
Neste momento de pandemia, de dor, de agonia e de incertezas tem gente em busca do silêncio, da paz e de concentração.
É inconcebível, em tempos tão estranhos, tão danosos e difíceis, não ser mais humano, gentil, solidário e não manter o respeito.
Estamos em tempos sombrios e a gentileza é uma atitude nobre que não nos custa preço algum.
Orar faz bem, ter fé faz bem, e ser um bom vizinho faz bem também.
Estou procurando fazer a minha parte.
Meus vizinhos merecem!
(Por Renato Diniz – www.renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário