domingo, 26 de janeiro de 2020

MÃE QUER ESCLARECIMENTO DA MORTE DE FILHO QUE ESTAVA PRESO

Familiares do preso Pablo Ítalo Vieira Gomes, de 19 anos, que estava no do Presídio Padrão de Campina Grande, aguardando “pronunciamento da justiça”, entraram em contato com o www.renatodiniz.com para pedir que a morte dele, ocorrida na na manhã da sexta-feira (24/01) seja esclarecida.

Conforme a mãe dele, Priscila Vieira, em contato telefônico, na noite da sexta-feira (24/01), Pablo teria ingerido um alimento que o deixou com sérios problemas de saúde.
Isto, ele teria relatado a ela.
Inclusive, segundo ela, esse fato ocorreu no início do mês de janeiro.
Priscila afirmou que ao visitar o filho recentemente percebeu ele bastante debilitado e ainda levou medicamentos.
Na conversa que teve com o www.renatodiniz.com, Priscila afirmou que Ítalo foi levado à enfermaria e diante do quadro agravado, o filho foi encaminhado ao Hospital de Trauma onde morreu.
Na mesma sexta-feira, às 13h40 o www.renatodiniz.com entrou em contato com a assessoria do Hospital de Trauma em Campina Grande e às 16h46, em conta com o secretário de saúde do estado, Geraldo Medeiros.
Às 18h51, a resposta do Trauma foi de que a causa do óbito foi infeção pulmonar.
Já o secretário de saúde, na mesma hora, informou que a causa foi justamente “choque séptico de foco pulmonar”.

Um laudo atesta isto.
Ítalo estava preso desde outubro após uma ação da Delegacia de Roubos e Furtos em cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva.
Ele morava no Bairro Jeremias e foi enterrado neste sábado (25).

(Por www,renatodiniz.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário