sexta-feira, 19 de junho de 2020

EX-CONSELHEIRO TUTELAR DE MONTADAS É PRESO DANDO GOLPES NO COMÉRCIO DE CAMPINA

Um estelionatário insaciável que tem mania de grandeza, que se acha mais esperto do que os outros e não se importa em prejudicar quem quer que seja para se dar bem e sair por aí dando uma de “bem sucedido”.
Essas “qualidades” são de um ex-conselheiro tutelar de Montadas, de 40 anos de idade, que na manhã desta quinta-feira (18/06) foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar do 10ºBatalhão após aplicar mais um golpe no comércio campinense.
A ação danosa do estelionatário em Campina Grande já custou o emprego de dois comerciários e por pouco um gerente de loja e outros dois funcionários não foram demitidos por causa dos golpes.
Mas a casa caiu, mesmo se achando com “as costas quentes em Montadas”.
Ele utilizava cartões de crédito roubados para adquirir mercadorias de boa marca, segundo a polícia.
Celular da melhor qualidade, relógios da melhor qualidade, entre outros produtos de “primeira”.
A captura dele ocorreu após perseguição da guarnição do sargento R. Moura e soldado Passos.
Por volta das 10h40 a PM foi acionada por um gerente dando conta de um golpe em sua loja, pois havia fortes indícios de estelionato na compra de diversas mercadorias de alto valor.
De pronto os PMs chegaram ao depósito e observaram que mercadorias como geladeira e fogão estavam em cima da carroceria de uma picape de frete.
O fretista disse que levaria as mercadorias até a Rua Irineu Joffily, também no Centro, onde o “comprador” estava aguardando.
A guarnição foi seguindo a picape até o destino especificado e o estelionatário, ao ver que a polícia se aproximava, saiu num veículo Corolla em alta velocidade.
Porém, no Açude Velho com um cerco já armado, com outras guarnições, o acusado não teve como fugir.
Ele foi preso com diversos cartões de crédito e na quarta-feira (17) de posse de um desses cartões (de uma mulher de João Pessoa), ele comprou cerca de “15 mil reais” em mercadorias (eletrodomésticos, celulares...).
Não satisfeito, continuou o golpe na manhã desta quinta.
No carro do ex-conselheiro, que disse que era tatuador, os PMs encontraram dois relógios Victor Hugo, seis bolsas femininas Victor Hugo, um cinto masculino Victor Hugo, um óculos Chilibeans e dois celulares (iPhone e Samsung).
Ainda no veículo do preso, os policiais encontraram notas fiscais nos valores de “8 mil, 9 mil e 19 mil reais”.
(Por www.renatodiniz.com com informações da Patrulha da Cidade/TV Borborema e PM)

5 comentários: