quarta-feira, 1 de abril de 2020

MINHAS JANELAS SE FECHARAM...

"Minhas janelas se fecharam e a bela luz que estimulava a alegria foi tomada de forma violenta das mãos dos idosos...

Daquelas que lutaram nas batalhas pela democracia, dos que correram ferindo os pés para trazer para casa o que o mundo insistia em tirar.
Tenho feito caminhadas em cada quarto, cada degrau.
Buscando coragem de um dia poder estender as mãos, abraçar quem sofre mais do que eu...
Para enxugar lágrimas e tornar meu ombro amplo para consolar e se possível chorar junto.
Vivo numa cela de conforto, enquanto na periferia a tristeza por um dia é maior que a minha por um mês.
Façamos reativar a fé trazer a luminosidade, onde a escuridão inventou de morar.
Façamos o dividir das comidas e que no dividir do pão eu fique com a parte mofada.
Lutemos nesta guerra sem dono, para que não possamos perder os nossos, os outros e desconhecidos.
Que a Divina Sabedoria nos vele, nos cubra de esperança para que a civis seja apenas uma lembrança, uma amarga lembrança".
(Rafael Holanda, cirurgião, neurologista - Paraíba Online – www.paraibaonline.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário